BBB 21: Projota faz bom plano, mas falha na execução

Bárbara Saryne
·1 minuto de leitura
Projota recalculou a rota de forma errada (Foto: Reprodução/Globo)
Projota recalculou a rota de forma errada (Foto: Reprodução/Globo)

Projota percebeu que votar em Sarah, Gilberto e Juliette é dar tiro no pé. Após os três voltarem de paredões e dois de seus aliados serem eliminados (Nego Di e Karol Conká), o rapper resolveu recalcular a rota. Ele falou para Arthur que sua estratégia agora é votar em quem está em cima do muro, ou seja, as plantas do programa.

Tiago Leifert chegou a elogiar a visão de jogo do artista. Mudar o foco após derrotas realmente é inteligente, mas Projota se antecipou e acabou falando demais. Deu tempo de seus rivais preparem um contra-ataque. Com um pé no paredão, resta ao artista torcer para enfrentar Lumena, que também é rejeitada.  

Onde ele errou?

Além de compartilhar a estratégia com Arthur, Projota tentou trazer Rodolffo e Caio para o lado dele a fim de angariar votos nas plantas. Isso fez com que a informação vazasse internamente e o jardim se defendessem antes mesmo do ataque. O público, que poderia mudar a visão sobre Projota, continuou enxergando o rapper como um péssimo articulador.

Combinar votos não é sinônimo de vilania. Sarah, Gilberto e Juliette conversam abertamente sobre isso. A diferença é que Projota já vem de um histórico de rejeição e quando teve a oportunidade de jogar na retranca para se defender, o artista resolveu manipular outros jogadores para continuar no ataque.

João Luiz, que era o alvo principal de Projota, ganhou a prova do líder. Sabendo que seria votado pelo rapper, o mais provável é que o indique ao paredão. Se Projota mirasse nas plantas em silêncio, João poderia pensar em outra pessoa e parte do público poderia apostar em uma possível redenção.