‘BBB 21’ é criticado por toxicidade. Mas por que o público não consegue largar?

Guilherme Machado
·4 minuto de leitura
Karol, Nego Di e Lumena, do BBB21. Foto: Reprodução/Rede Globo/Instagram
Karol, Nego Di e Lumena, do BBB21. Foto: Reprodução/Rede Globo/Instagram

Nas primeiras semanas, em meio ao festival de cancelamentos dentro do 'BBB 21', o público falava em cancelar o próprio reality por conta de seu clima tóxico. A situação só piorou com a desistência de Lucas, que ganhou o apoio dos espectadores após sofrer inúmeras humilhações dentro da casa. Agora, o reality vem batendo recordes de audiência e está com engajamento mais alto do que nunca. Isso provoca uma pergunta: se o reality é tão tóxico, por que o público não consegue largá-lo?

Em primeiro lugar é importante destacar que brigas, confusões e situações polêmicas fazem parte do DNA do reality, estão presentes desde sua concepção e sempre foram parte de seu sucesso. Acontece que a questão foi levada a um nível completamente fora da curva nesta edição.

Leia também

O jeito extremamente agressivo como Lucas Penteado foi tratado no reality foi o que mais chamou a atenção. Depois de se exaltar em uma festa, o brother se viu cancelado nos sentidos mais cruéis da palavra.

Ele foi criticado duramente por figuras como Karol Conká e Lumena e ficou cada vez mais isolado na casa. A situação chegou ao ponto mais crítico após o beijo entre o brother e Gil, que gerou ainda mais comentários maldosos de seus colegas de isolamento. Isso o levou a desistir do programa, provocando uma onda de apoio entre os espectadores.

Mas outro efeito dessa desistência foi um reforço de uma reclamação que ficava cada vez mais forte: o programa tomava um rumo tóxico, com um clima deprimente, que o tornava difícil de assistir.

Se tornaram extremamente frequentes comentários de que o programa estava cheio de competidores maus e cruéis, que criavam um verdadeiro miasma venenoso que vazava para fora da tela e colocava para baixo quem o assistia. Em outras palavras: o público ameaçava largar de vez o reality.

Pouco tempo depois, o exato oposto aconteceu, e talvez neste momento o reality esteja em seu auge – mesmo tendo começado há pouco tempo. Dados do Ibope mostram que essa já é a maior audiência em oito anos. Mas, afinal, por que o público segue assistindo algo que considera tão pesado?

Uma explicação é o velho “movido a ódio”. O público simplesmente quer ver os vilões do programa se darem mal e fica aguardando a hora em que isso vai acontecer. Basta ver o recorde de rejeição com o qual Nego Di saiu para se ter uma ideia, ou os inúmeros pedidos para que Conká deixe logo a casa – alguns falam em 100% de rejeição.

O público gosta de torcer em reality, seja contra ou a favor, e essas figuras podem ter sido rotuladas como odiosas, mas dão gás para que os espectadores continuem assistindo e contribuindo para a eventual queda delas.

Ao mesmo tempo, certas figuras se destacaram no reality como sendo verdadeiros alentos à toxicidade. Pessoas como Juliette, Sarah e Gil ganharam a torcida do público justamente por se posicionarem contra o “grupo do mal”. Sim, é o velho conceito da luta do bem contra o mal que, se já fazia sucesso em contos de fada, claro que ia dar certo no 'BBB'.

Outra questão é que, goste ou não, o ‘BBB 21’ virou o assunto do momento. Entre no Twitter e você será inundado das mais diversas hashtags comentando o programa. É simplesmente inescapável. E por isso, as pessoas querem estar sempre inteiradas do assunto, ou seja, é difícil fugir de algo que está sendo alvo de comentários de todo mundo. Portanto, se não pode vencê-los, junte-se a eles.

Por fim, o 'BBB', como já foi dito, sempre despertou sentimentos fortes, sejam eles quais forem. Faz parte do histórico do reality. E em tempos em que as sensações e discussões estão tão afloradas, seja no âmbito que for, isso só se potencializa. O programa gerou discussões intensas e com a mesma intensidade vêm as críticas.

E para discutir, é preciso assistir. O programa acaba gerando uma energia magnética que simplesmente segue atraindo o público, que está sempre pronto para comentar algo que acontece.

É difícil saber para que rumo vai o 'BBB 21' e se as reclamações de um clima tóxico ainda serão persistentes. A situação na casa parece ter mudado nos últimos dias e agora parece que outros participantes estão mais engajados no jogo.

Mas, independentemente de tudo, fato é que, no presente momento, o reality segue sendo um estrondoso sucesso, para o bem, ou para o mal.