BBB 20: Rafa Kallimann fica em segundo lugar atrás de Thelma

ANA BEATRIZ GONÇALVES
*ARQUIVO* A digital influencer Rafa Kalimann, segundo lugar no BBB-20. (Foto: Francisco Cepeda/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Rafa Kalimann, 27, ficou em segundo lugar e o prêmio de R$ 1,5 milhão do Big Brother Brasil 20 ficou com Thelma. A influenciadora digital teve 34,81% dos votos nesta segunda- feira (27).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

Na reta final ao lado das amigas Manu Gavassi e Thelma, que ficaram, respectivamente, em terceiro e primeiro lugar, Kalimann mostrava favoritismo segundo enquetes extraoficiais, que apontavam a sister com a maior porcentagem para vencer o programa. Mas no derradeiro programa, não deu.

Leia também

Com o elenco dividido entre as equipes Camarote, das celebridades convidadas pela produção, e Pipoca, com escolhidos após inscrição no programa, a inlfuenciadora digital mostrou seu potencial como 'mocinha' do BBB 20 logo nas primeiras semanas quando a guerra entre meninos e meninas causou polêmica e dividiu grupos na casa.

Tudo começou quando os brothers Hadson e Prior conversavam com Marcela e Gizelly. Eles disseram que o "único jeito de ganhar" do grupo Camarote (formado por famosos) era um "teste de fidelidade" com as sisters comprometidas, Mari Gonzalez e Bianca Andrade. No momento da descoberta, as meninas da casam se uniram e se revoltaram com a atitude, principalmente do ex-jogador de futebol Hadson. Rafa Kalimann No início da sua trajetória no programa, Rafa Kalimann protagonizou uma briga com Bianca Andrade. As duas discutiram durante a primeira festa do reality por causa de uma situação que aconteceu fora do confinamento. Kalimann disse para Bianca que ela não tinha sido simpática no primeiro momento em que se conheceram, e as duas não conseguiram se entender. A discussão acabou em choro e climão.

Logo na sua primeira liderança, Kalimann mandou Bianca direto para o paredão sem chance de prova bate e volta. "Meu coração não consegue pensar em outra opção que não seja votar na Bia", comentou a sister durante uma conversa. A indicação garantiu a eliminação de Bianca, que foi a primeira mulher a deixa a competição da Globo com 53,09% dos votos.

Sempre ao lado das meninas e de Pyonge Lee, na metade do programa Rafa Kalimann selou amizade com Manu Gavassi, também integrante da "comunidade hippie", como elas brincavam. Na medida em que os grupos foram se estreitando -com a chegada de Ivy e Daniel da casa de vidro- Thelma se aproximou cada vez mais das duas, e elas formaram um trio inabalável. Na reta final, a influenciadora deu oportunidade de se aliar com Babu Santana, que foi o último eliminado do reality.

Um dos momentos chave para Rafa Kalimann foi a descoberta sobre a pandemia do novo coronavírus, alertada a todos os participantes pelo apresentador Tiago Leifert. No momento em que soube do vírus, a modelo se sensibilizou e não conteve as lágrimas ao imaginar como os países pobres do continente africano estavam lidando com a doença. Kalimann é embaixadora da ONG Missão África desde 2014 e muito engajada na causa.

Rafa Kalimann impressionou telespectadores e internautas com a sua paciência, em meio a tantas confusões no BBB 20. Mas desde o começo, a modelo não se deu muito bem com a cantora Flayslane. Em uma conversa com Gabi e Ivy, Kalimann disse que não entendia porque a sister não gostava dela. "Eu prefiro saber que a pessoa não gosta de mim a ser falsa comigo", disse a influenciadora.

Mais tarde, Kalimann mostrou um outro lado quando perdeu as estribeiras com Flayslane. O discurso fez sucesso na web e se tornou meme. Na discussão, disse: "Não gosto de você. Não sinto verdade em você. Acho você, sim, incoerente, você está onde te convém. Acho você uma falsa, acho você extremamente sem educação, extremamente grossa com as pessoas, extremamente soberba."

Entretanto, a própria influencer não ficou feliz com seu posicionamento. Questionada por Leifert sobre qual momento gostaria de "deletar da memória", a mineira não pensou duas vezes. "Não que eu me arrependa de ter falado com ela no mesmo tom que ela sempre usou aqui, mas porque não é o meu jeito. Na minha vida, eu me expressaria diferente", disse.

Em um dos seus últimos discursos no programa, Rafa Kalimann voltou a ressaltar que o prêmio de R$ 1,5 milhão tinha destino e endereço. "Caso ganhe o BBB, eu vou doar para eles [ONG Missão África] 100% do prêmio. Vamos construir uma comunidade para cerca de 400 pessoas viverem com acesso à escola, hospital e tudo que eles precisam e merecem", revelou a "missionária", como é chamada pelos internautas.

FORA DA CASA

Com 12 milhões de seguidores no Instagram, Rafa Kalimann chamou atenção dos telespectadores que a assistiam no reality quando apareceu no clipe da música "Jéssica", do sertanejo Léo Chaves, lançado no final de fevereiro.

No vídeo, ela interpreta a personagem-título da canção, Jéssica, uma garota de programa que conquista o cantor. Os dois protagonizam cenas bem quentes que renderam rumores de um possível romance na vida real. A assessoria de ambos negou para a imprensa.

A influenciadora digital também foi alvo de ataques pesados na internet desde o começo do programa. No BBB, a modelo contou que sofreu um aborto espontâneo sete anos atrás, aos 19 anos de idade. "Quando eu tive um aborto, lembro que cheguei [no hospital] e estava muito mal com tudo. Eu deitada na maca, lembro da fisionomia do médico. Ele olhou para mim e minha lágrima só descia, não tinha expressão de desespero, tinha só uma lágrima de toda a dor que eu sentia, dor emocional, física", disse a sister.

No começo de abril, a família de Rafa Kalimann entrou com processo contra a influenciadora digital e suposta ex-amiga pessoal de Kalimann, Ana Rosa de Abreu Tanos, depois que ela fez um vídeo no Instagram, no dia 31 de março, dizendo que Rafa teria feito três abortos de um cantor sertanejo e que ela a teria ajudado.

O F5 teve acesso ao processo que corre em segredo de Justiça na 10ª Vara Cível da Comarca de Uberlândia (MG). A juíza Claudiana Silva de Freitas deferiu para que Ana Rosa removesse o conteúdo em vídeo sob pena diária de R$ 1 mil.