‘BBB 20’: Os defeitos de Guilherme e Pyong no jogo

Guilherme e Pyong estão no paredão (Globo / Victor Pollak)

Um paredão histórico será decidido nesta terça-feira (2) no ‘Big Brother Brasil 20’. Triplo, a disputa da preferência do público está acirrada entre Guilherme e Pyong. Nas enquetes eles aparecem com décimos de diferença e as porcentagens na casa dos 46% para cada um. Gizelly, que também está na berlinda, tem números inexpressivos de votos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

E nos siga no Google News: Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Mas porque não há um preferido? Guilherme está vivendo um romance com Gabi Martins e Pyong tem se revelado o jogador mais ativo do programa e os dois já tiveram comportamentos tratados como abusivos pelos espectadores.

Leia também

Guilherme foi um dos cabeças quando os rapazes articularam o plano de ‘queimar’ as participantes comprometidas fora da casa, mas tirou o corpo fora quando a bomba explodiu. Ele também é acusado de abuso psicológico contra Gabi desde o início do relacionamento. Ele trocava a participante por Bianca Andrade e não se afastou da empresária mesmo após a cantora relatar que se sentia incomodada com a proximidade dos dois.

O jornalista ainda a responsabilizou por decisões que ele toma no jogo, pediu para que ela não chorasse na frente das outras pessoas para não prejudicar a imagem dele e está impedindo que ela fique muito tempo conversando com participantes como Rafa Kalimann e Manu.

Já Pyong se excedeu durante uma festa. O hipnólogo se sentiu mais livre para apertar o bumbum de Flayslane, e tentar beijar e apalpar Marcela. Ele ainda se esfregou por trás da participante que o reprimiu pedindo para que parasse. Pyong então se fez de desentendido e ainda repediu o fato mais uma vez.

A posição que cada um tomou no jogo também é um ponto de análise. A cada semana Pyong muda sua estratégia conforme o resultado do paredão. Ele expõe sem medo aos seus parceiros, e adversários, a leitura que têm feito do jogo e como pretende continuar.

Para tal ele é observador, e até mesmo invasivo, quando tenta saber de tudo o que está sendo conversado pelos participantes do confinamento. Uma de suas opções de voto era, inclusive, Guilherme. Ele acreditava que um paredão com o brother fosse dar uma boa resposta sobre como o público vê a competição.

Já Guilherme é quase o extremo oposto. Logo no começo declarou que jogaria sozinho e se manteve isento aos acordos do resto dos participantes até algumas semanas. Após começar a namorar Gabi e perceber que haviam dois grupos no confinamento, se deixou influenciar mais.

Líder duas vezes, o participante fez suas indicações a Babu e Lucas por problemas coletivos de convivência, não do jogo dele ou de quem ele acreditava ser um forte adversário.