‘Barn’, novo álbum de Neil Young e Crazy Horse, demora mas chega

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O novo álbum de Neil Young e Crazy Horse, “Barn” (celeiro, em português), será lançado no dia 10 de dezembro pela Reprise Records, com distribuição nacional pela Warner Music Brasil. O disco trará dez novas canções e chega em todas as plataformas digitais para o deleite dos fãs.

Na formação atual da banda Crazy Horse, só músicos da old school: Ralph Molina, na percussão; Billy Talbot, no baixo elétrico, e o multi-instrumentista Nils Lofgren, um dos fundadores da Horse, que tocou em “Tonight’s The Night”, “After The Gold Rush” e “Trans”.

O disco foi gravado neste verão sob a lua cheia, em um celeiro restaurado do século 19, no alto das montanhas, clima ideal para o registro das dez faixas contempladas por canções de amor, baladas e, claro, muito rock.

O álbum será lançado digitalmente no Brasil, incluindo o áudio em alta resolução no Neil Young Archives (NYA). Também haverá um edição de luxo – não confirmada para o país – que incluirá um LP, um CD e o Blu-Ray com um filme. Homônimo, o filme dirigido por Daryl Hannah mostrará a banda em seu ambiente natural, no qual o humor e a “brodagem” entre os músicos são entremeados por músicas ao vivo, gravadas espontaneamente.

Conheça, a seguir, as faixas de “Barn” e segure até dia 10 de dezembro para ouvir este “Deus” encantando e viciando seus ouvidos e mentes.

*

CD “BARN” DE NEIL YOUNG E CRAZY HORSE

1. “Song of the Seasons”

2. “Heading West”

3. “Change Ain’t Never Gonna”

4. “Canerican”

5. “Shape of You”

6. “They Might Be Lost”

7. “Human Race

8. “Tumblin’ Thru the Years”

9. “Welcome Back”

10. “Don’t Forget Love”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos