Bar Caracol, no centro de São Paulo, será demolido para construção de estacionamento

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Caracol, importante bar de discotecagem em São Paulo, anunciou nesta terça-feira, 10, que vai fechar as portas no dia 31 de março deste ano. A decisão segue uma ordem de desocupação de imóvel dada pela Santa Casa, que é proprietária do espaço que fica a um minuto do hospital, no número 76 da rua Jaguaribe, na Santa Cecília.

Segundo Millos Kaiser, dono do bar, a Santa Casa alega que o Caracol será demolido para a construção de um estacionamento para os funcionários. O processo começou no meio do ano passado e os donos do espaço ainda tentaram entrar com um recurso, mas perderam o caso.

"A gente tá bem triste, o bar é recente, não tem nem cinco anos. Fizemos uma obra bem grande, foi um investimento alto. Então ver isso sendo demolido não é legal sob vários pontos de vista. Mas aceitamos a tragédia e agora queremos fazer outra coisa melhor ainda", disse Kaiser.

Segundo ele, que também é o co-fundador da festa Selvagem, é bem difícil que a próxima casa do Caracol continue na mesma região, mas há a ideia de ampliar o espaço, a pista de dança e também incluir mais opções de comida no cardápio. "Não vai ser igual. Mas faremos o possível para ser melhor", diz a publicação da casa em seu Instagram.

Inaugurado em 2018, o Caracol ficou conhecido pela qualidade sonora que parte de um sistema de som analógico, com uma caixa da década de 1970 importada de Oregon, nos EUA e pela fina seleção de DJs que toca ali, no final do grande balcão que delimita o corredor usado como pistinha de dança. Foram nomes brasileiros e internacionais de vários estilos que acabaram transformando o bar num destino certeiro para quem quer curtir boa música e drinques bem feitos no centro da cidade.

A casa ainda não anunciou o novo endereço e nem tem uma data para a mudança, mas funciona normalmente até o dia 31 de março.