Avião que transportava vacina colide com jumento em aeroporto na Bahia

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Não houve dano com carga das vacinas e o piloto passa bem. Porém, não se sabe o estado de saúde do animal (Foto: Divulgação / Sesab)
Não houve dano com carga das vacinas e o piloto passa bem. Porém, não se sabe o estado de saúde do animal (Foto: Divulgação / Sesab)

Um avião da Casa Militar do Governador da Bahia, Rui Costa (PT), que transportava doses da vacina contra a Covid-19, se envolveu em um acidente na cidade de Ibotirama, oeste da Bahia, na manhã desta quarta-feira (3). 

Segundo informações da secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), a aeronave colidiu com um jumento que estava na pista do aeródromo da cidade. 

Leia também

Segundo o jornal Correio, não houve danos com a carga e o piloto não sofreu ferimentos. Não há, porém, informações sobre o estado de saúde do jumento. Uma outra aeronave foi mandada para o local para dar seguimento à distribuição das doses.

Mais 165.600 doses da vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em São Paulo com pareceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, chegaram à Bahia na madrugada desta quarta — esta é a sexta remessa de vacinas que a Bahia recebe.

Com mais de 470 mil vacinados contra o coronavírus, dos quais mais de 124 mil já receberam também a segunda dose do imunizante, até terça-feira (2), a Bahia é um dos estados do com o maior número de imunizados no país.

Governador chora ao pedir lockdown

Na segunda-feira (1º), governador da Bahia chorou ao comentar a grave situação da pandemia de coronavirus no país. O petista pedia para a população cumprir as medidas de isolamento e se emocionou ao citar um pai que perdeu a filha de 16 anos.

"Essa doença não é como o câncer. É uma doença coletiva. Ou a gente vai ter consciência disso ou não nos livraremos dessa doença. Por ser uma doença coletiva, só vamos nos livrar com comportamento coletivo", disse Rui Costa.

De acordo com o consórcio de imprensa que contabiliza as mortes por Covid-19 no país, a média móvel de óbitos motivado pela doença no Brasil está em 1.208 óbitos nos últimos sete dias. Ao todo, o país já perdeu mais de 255 mil vidas por causa do coronavírus.