Avião de Gabriel Diniz estava proibido de realizar táxi-aéreo

Foto: Reprodução/Instagram (@gabrieldiniz)

O cantor Gabriel Diniz, que ficou famoso em 2019 com o hit do verão ‘Jenifer”’, estava em um avião que caiu nesta segunda-feira (27) em um mangue localizado no povoado Porto do Mato, em Estância (SE). Ele voltava de um show em Feira de Santana, na Bahia. O músico estava indo para Maceió (AL) encontrar a namorada.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

De acordo com informações da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave, um monomotor Piper prefixo PT-KLO, não podia realizar táxi aéreo e estava proibida de transportar pessoas. Tendo permissão apenas para realizar voos de instrução e treinamento de pilotos.

Leia também

Abaixo a ficha técnica do meio de transporte:

Foto: Reprodução/sistemas.anac.gov.br

Procurado pelo Yahoo! sobre o assunto, o Aeroclube de Alagoas preferiu não se pronunciar sobre o assunto no momento.

Como funciona?

Para que a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) autorize o serviço de táxi-aéreo prestado por empresas privatizadas, é necessário que os empreendimentos cumpram uma série de requisitos que deixe o transporte o mais seguro possível.

O voo ainda pode ser comercializado por outras empresas, porém o estabelecimento precisa conter o certificado para transportar pessoas.

Ao contratar um serviço de táxi-aéreo é essencial que o usuário certifique-se de que a empresa está autorizada a prestar o serviço. É ainda recomendável que o usuário consulte a situação da aeronave (avião ou helicóptero) a ser utilizada pela empresa.

Enterro

O velório do cantor está previsto para ocorrer na próxima terça-feira (28), no ginásio poliesportivo Ronaldo Cunha Lima, em João Pessoa (PB), a partir das 8 horas. O enterro também será aberto ao público e ocorrerá no cemitério Parque das Acácias (Rua Luiz Lima Freire, 200).

Gabriel Diniz ainda comentou o fato de ter pago serviço aéreo minutos antes do acidente; confira