Autorretrato inédito de Van Gogh é descoberto atrás de outra pintura na Escócia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Um autorretrato inédito de Vincent Van Gogh, com mais de um século de idade, foi encontrado atrás de outra tela do pintor holandês, informou, nesta quinta-feira (14), a Galeria Nacional da Escócia, em Edimburgo.

A obra foi descoberta graças a um estudo utilizando raio-X da tela "Retrato de Mulher (Cabeça de Camponesa)", feita em 1885 por Van Gogh, antes de uma exposição sobre o Impressionismo no museu escocês.

O retrato foi encontrado atrás da tela, coberto por camadas de cola e papelão, que aparentemente foram colocadas antes de uma exposição no início do século XX.

Este autorretrato mostra um homem barbudo sentado usando um chapéu e um lenço no pescoço. Sua orelha esquerda - que o pintor cortou em 1888 - pode ser vista em perfeito estado.

"Quando vimos a radiografia pela primeira vez, é claro que ficamos muito emocionados", explicou Lesley Stevenson, curadora principal da Galeria Nacional da Escócia. "Esse tipo de descoberta acontece apenas uma ou duas vezes na vida de um curador", apontou.

"Momentos como esses são incrivelmente raros", disse Frances Fowle, curador da Galeria Nacional da Escócia.

"Descobrimos uma obra inédita de Vincent Van Gogh, um dos artistas mais importantes e conhecidos do mundo", acrescentou.

Atá agora, o museu contava com três obras do artista.

- Separar as pinturas? -

Van Gogh (1853-1890) é conhecido por reutilizar telas para economizar dinheiro, principalmente no início de sua carreira.

Em 1885, o artista estava morando na Holanda, e seu estilo estava em plenoa evolução, cinco anos depois de se matricular na Real Academia de Belas Artes de Bruxelas.

O autorretrato teria sido pintado um pouco mais tarde, depois de ter passado por Paris, onde se instalou em 1886 e descobriu os impressionistas.

O estudo com radiografia foi realizado durante os preparativos para uma exposição a ser inaugurada em 30 de julho na Galeria Nacional da Escócia chamada "A Taste for Impressionism", com obras de Van Gogh, Degas, Gauguin e Monet.

A exposição ficará aberta ao público até 13 de novembro.

O autorretrato será a peça estrela da exposição, reproduzido por radiografia.

Os especialistas estudam como as duas pinturas poderiam ser separadas, após a remoção da cola e do papelão, um trabalho muito delicado para que "Retrato de Mulher (Cabeça de Camponesa)" não seja danificado.

Van Gogh, um pintor que sofria de problemas de saúde mental em seus últimos anos, recebeu pouco reconhecimento enquanto estava vivo. Ele morreu na França aos 37 anos, depois de atirar no próprio peito com um revólver.

Sua obra abrange mais de 2.000 pinturas, desenhos e croquis. Costumava pintar autorretratos, dos quais 37 são conhecidos e que refletem a evolução de sua técnica.

Em 2021, sua famosa aquarela "Meules de blé", pintada em Arles (sul da França) em 1888, foi leiloada por 35,85 milhões de dólares pela Christie's em Nova York, um recorde para o artista.

vg-bd/sla/jvb/eg/mr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos