Atriz de 'Zoey 101' diz que não se sentia segura na Nickelodeon

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Alexa Nikolas, 30, conhecida por estrelar a série da Nickelodeon "Zoey 101" (2005-2008), organizou um protesto do lado de fora da sede da empresa, na Califórnia. Ela afirmou que "não se sentiu segura" durante sua passagem pela série e atacou executivos da companhia.

Nikolas, que esteve na série ao lado de Jamie Lynn Spears, afirmou ao TMZ que sua experiência foi "traumática". "Eu não me senti protegida na Nickelodeon quando criança, pessoalmente. [Agora], estou exigindo que a Nickelodeon comece a proteger crianças e não predadores", disse.

"Eu não me sentia segura perto de Dan Schneider enquanto trabalhava na Nickelodeon", disse ela sobre o criador da série e de clássicos como "iCarly" (2007-2012). "O que estamos vendo aqui é um monte de 'executivos profissionais' da Nickelodeon que não protegeram as crianças no set. As crianças na Nickelodeon não estavam seguras, pelo menos quando eu estava nela."

O protesto da artista vem pouco tempo após a atriz Jennette McCurdy, 30, que interpretava Sam Puckett em "iCarly" lançar um livro de memórias. Ao longo do projeto, ela conta que teve de suportar muitos embaraços e indignidades na Nickelodeon.

Ela revelou que teve de posar de biquíni para uma sessão fotográfica de teste e que foi encorajada a beber álcool por uma figura intimidadora a quem chama simplesmente de "o Criador". A série original de "iCarly" terminou em 2012, e "Sam & Cat" durou apenas uma temporada, 2013/2014; depois disso, revela McCurdy no livro, ela recusou uma oferta de US$ 300 mil (mais de R$ 1,5 milhão) em bonificação da Nickelodeon se ela concordasse em jamais falar publicamente de suas experiências na rede.