Atriz tem joias roubadas de quarto de hotel no Festival de Cannes

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Jodie Turner-Smith, 34, teve uma surpresa nada agradável durante sua participação no Festival de Cannes. A atriz britânica, que foi promover o filme "After Yang", foi vítima de roubo no quarto de hotel em que estava hospedada na cidade francesa.

"Não pensei que passaria 2,5 horas na delegacia de polícia no meu último dia em Cannes, mas aqui estamos", lamentou a atriz neste domingo (11) nas redes sociais. De acordo com o assessor de imprensa da atriz, o roubo ocorreu na sexta-feira (9).

Segundo fontes da agência de notícias francesa Nice-Matin, o valor das joias roubadas é de dezenas de milhares de euros. Não foram encontrados sinais de arrombamento no quarto.

A atriz é embaixadora da Gucci, sendo justamente uma das responsáveis por promover as joias da grife de luxo. Durante o festival, ela estava usando apenas peças da marca.

Na quinta-feira (8), ela cruzou o tapete vermelho com algumas delas. Na ocasião, ela estava com um colar de ouro amarelo, pulseira e brincos com detalhes em diamantes, além de um anel que tinha uma tanzanita em formato de coração.

Este não é o primeiro roubo de joias registrado no Festival de Cannes. Em 2013, peças avaliadas em US$ 1,4 milhão (mais de R$ 7 milhões), que seriam emprestadas a diversas estrelas durante o evento, foram subtraídas do cofre de um hotel.

Turner-Smith estourou recentemente no filme "Queen & Slim" (2019), no qual contracena com Daniel Kaluuya. Ela também está escalada para interpretar a personagem Ana Bolena em uma minissérie para a TV britânica.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos