Atriz iraniana Taraneh Alidoosti expressa apoio a protestos no país

Atriz Taraneh Alidoosti no Festival de Cinema de Cannes

DUBAI (Reuters) - A atriz iraniana Taraneh Alidoosti postou uma foto de si mesma no Instagram sem lenço na cabeça para expressar apoio às manifestações antigovernamentais em todo o país, outro sinal de que o movimento de protesto está ganhando suporte de todas as camadas da sociedade.

Mais conhecida por seu papel em "O Apartamento", que ganhou o Oscar de Melhor Filme de Língua Estrangeira em 2017, a artista pró-reforma ergueu uma placa na publicação do Instagram que dizia "Mulher, Vida, Liberdade" em curdo, um slogan popular nas manifestações.

Protestos provocados pela morte da curda Mahsa Amini, em 16 de setembro, após sua prisão pela polícia da moral por não usar "trajes apropriados", representam um dos maiores obstáculos para os governantes clericais do Irã desde a revolução de 1979.

Alidoosti, que não é curda, escreveu um poema em seu post no Instagram. "Sua ausência final, a migração de pássaros cantores, não é o fim desta rebelião", dizia.

Alidoosti realizou várias publicações no Instagram criticando o establishment clerical no passado.

Desde o início dos protestos, pelo menos cinco atrizes iranianas postaram fotos de si mesmas sem o hijab obrigatório em solidariedade às manifestações nas quais as mulheres tiveram um papel de liderança.

Autoridades iranianas, que culpam a morte de Amini por problemas médicos pré-existentes, dizem que a agitação foi fomentada por inimigos estrangeiros, incluindo os Estados Unidos, e acusam separatistas armados de perpetrar violência.