Atriz excluiu redes sociais após ataques racistas de fãs de "Star Wars"

Rafael Monteiro
·2 minuto de leitura
Kelly Marie Tran arrives at the Oscars on Sunday, Feb. 9, 2020, at the Dolby Theatre in Los Angeles. (Photo by Richard Shotwell/Invision/AP)
Kelly Marie Tran (Photo by Richard Shotwell/Invision/AP)

Dividindo opiniões entre fãs e críticas, a mais recente trilogia de Star Wars acabou sendo prejudicial para a carreira de alguns envolvidos. Após Daisy Ridley dizer que parou de receber convites em Hollywood após viver Rey na saga, agora foi a vez de Kelly Marie Tran vir a público reclamar da campanha difamatória da qual foi alvo após trabalhar em dois filmes do universo.

Marie Tran, que viveu Rose Tico em 'Star Wars: Os Últimos Jedi' (2017) e "Star Wars: A Ascensão Skywalker" (2019), abandonou todas as redes sociais após ser vítima de preconceito por parte dos fãs da saga criada por George Lucas. Primeira intérprete de origem asiática a ter destaque na franquia desde sua estreia em 1977, ela passou a conviver com ofensas racistas e misóginas na internet.

Leia também:

"Eu fui embora. Disse 'não' a um monte de coisas. Parecia que eu estava apenas ouvindo a voz dos meus agentes e minha equipe de publicidade e todas essas pessoas me dizendo o que dizer, o que fazer e como me sentir. E eu percebi que não sabia mais como me sentia. E eu não me lembrava por que estava nisso em primeiro lugar", disse ao Hollywood Reporter.

"Sempre que isso acontece, tenho que 'fechar a loja', ir embora por um tempo e realmente interagir com o mundo real – ler livros e diários, fazer caminhadas, olhar para uma árvore e me lembrar que havia um fogo que queimava dentro de mim antes de 'Star Wars', antes de tudo isso. E eu precisava encontrar isso novamente", continuou a atriz de 32 anos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Afirmando se sentir bem agora, ela irá dublar "Raya e o Último Dragão", nova animação da Disney. E não pretende voltar a ter uma "vida online". “Eu realmente tenho estado muito mais feliz sem estar na internet. Meus agentes me disseram que estou desistindo de parcerias com marcas, mas não estou aqui para vender chá emagrecedor para meninas", finalizou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.