Atriz Esme Bianco processa Marilyn Manson por tortura e estupro

·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz de Game of Thrones, Esme Bianco, 38, processa o roqueiro Marilyn Manson, 52, por abuso sexual, agressão e espancamento, além de tráfico de pessoas. Ela é a primeira das várias mulheres que denunciaram Manson, incluindo a atriz Evan Rachel Wood, a entrar com um processo civil contra o roqueiro.

"Por muito tempo meu agressor foi deixado sem controle, graças ao dinheiro, fama e uma indústria que fez vista grossa", escreveu Bianco em um comunicado à People.

Bianco disse que, mesmo com as inúmeras mulheres corajosas que denunciaram Manson, incontáveis sobreviventes permanecem silenciados e algumas nunca serão ouvidas.

"Minha esperança é que, levantando a minha, eu ajude a impedir Brian Warner [nome verdadeiro do roqueiro] de destruir mais vidas e capacite outras vítimas a buscarem sua própria pequena medida de justiça", ela continuou.

O empresário de Manson, Tony Ciulla, que é citado no processo, e um advogado do Manson não responderam ao pedido da People para comentar o caso.

A atriz disse que a primeira vez que Manson a abordou foi após o divórcio dele de Dita Von Teese em 2007, pedindo fotos nuas. Dois anos depois, Manson voou com Bianco para Los Angeles para gravar um videoclipe para uma de suas canções, quando o abuso sexual começou a ocorrer.

"Ela não recebeu comida durante os quatro dias que passou em Los Angeles, mas sim drogas e álcool", diz o processo. "A senhora Bianco foi ameaçada e fisicamente espancada pelo senhor Warner. O senhor. Warner disse repetidamente à senhora. Bianco que iria ao quarto dela e a estupraria durante a noite",

No processo, a atriz alega ainda que o roqueiro tentou forçá-la a praticar atos sexuais diante das câmeras com outra mulher que estava presente durante as filmagens.

"Talvez o mais horripilante seja o fato de o senhor Warner trancar a senhora Bianco no quarto, amarrá-la ajoelhada e espancá-la com um chicote que o senhor. Warner disse ter sido utilizado pelos nazistas. Ele também a eletrocutou".

ENTENDA O CASO

Manson se posicionou em suas redes sociais após ser acusado de assédio e estupro por diversas mulheres. "Obviamente minha arte e minha vida sempre foram ímãs para polêmica, mas essas afirmações recentes sobre mim são horríveis distorções da realidade", escreveu em seu Instagram.

"Meus relacionamentos íntimos sempre foram totalmente consensuais com companheiras que pensam como eu. Independentemente de como, e por quê, outras estão optando hoje por manipular o passado, esta é a verdade", completou o artista.

Essa é a primeira manifestação pública da parte do cantor desde que sua ex-noiva, a atriz Evan Rachel Wood, 33, o acusou de ter cometido abusos e violência doméstica contra ela. "Ele começou a me assediar quando eu ainda era uma adolescente e abusou terrivelmente de mim por anos", afirmou a atriz. Os dois começaram o relacionamento quando Rachel Wood tinha 19 e Marilyn Manson 36.

Os artistas namoraram oficialmente entre 2006 e 2010, e em 2018 a atriz chegou a prestar depoimento no Comitê de Assuntos Judiciais da Câmara dos Representantes, para contar sobre os abusos físicos e psicológicos que sofreu como vítima e também relatou já ter sofrido estupros. Evan Rachel Wood revelou o nome de seu abusador apenas nesta segunda-feira (1).

Segundo a Vanity Fair, além da atriz, outras quatro mulheres que afirmam ter tido relações afetivas com o cantor também acusaram o artista de manipulação, assédio e abusos. Uma delas, que esteve com Marilyn Manson em 2015 também menciona vários estupros.

A atriz Rose McGowan, 47, conhecida por estar em séries como "Era Uma Vez" (2011), que esteve com o cantor no início dos anos 2000 disse: "Apoio Evan Rachel Wood e as outras mulheres corajosas que deram um passo à frente".

Após as acusações se tornarem públicas a gravadora do cantor rompeu o contrato com ele. A Loma Vista Records apagou a página do cantor em seu site e declarou ao site The Hollywood Reporter que "não vai mais promover o álbum recente de Marilyn Manson ou trabalhar com ele em projetos futuros".