Atriz diz ter sido censurada por usar camiseta de Lula em festival; organização nega

Atriz Lara Tremouroux diz ter sido censurada por usar camiseta de Lula em festival; organização nega (Foto: Roberto Filho/Brazil News)
Atriz Lara Tremouroux diz ter sido censurada por usar camiseta de Lula em festival; organização nega (Foto: Roberto Filho/Brazil News)

A atriz Lara Tremouroux, de "Um Lugar ao Sol", desabafou em suas redes sociais e revelou ter sido vítima de uma "tentativa de censura" ao participar do Festival de Cinema de Vassouras, no Rio de Janeiro, com uma camiseta fazendo alusão à candidatura do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) às eleições deste ano.

"À caminho de um painel de entrevistas, uma pessoa da organização do festival me diz que 'aqui é proibida qualquer manifestação política, então você terá que tirar essa blusa escrito Lula'", começou Lara, que estava no evento para divulgar o filme "Ela e Eu". "Digo que isso não existe, que é direito meu, pessoal e instransferível, me manifestar da forma que eu desejar e aonde me fizer sentido e escolho, então, me retirar do debate. Se não posso entrar com minha camisa do Lula, tchau. Não tiro."

Na continuação do relato, a atriz disse ter recebido o apoio da cineasta Marina Person e da atriz Karine Teles e revelou que a pessoa da organização - não identificada no texto - "começa de uma forma absolutamente passivo-agressiva e manipuladora a inverter tudo e me culpabilizar, dizendo 'você está me colocando em uma situação muito ruim' e que 'outros conseguiram respeitar o festival'". Por fim, a atriz disse que "no mínimo, eles deveriam ter nos avisado, pois então nem teríamos vindo."

Em nota oficial, a organização do evento declarou que "em momento algum houve censura ao uso da vestimenta da atriz Lara Tremoroux" e que "os responsáveis pelo evento, Bruno Saglia e Jane Saglia, fazem questão, a todo tempo, desde o primeiro dia de Festival, de ressaltar que são a favor da liberdade de expressão de cada um aqui presente". Confira o texto na íntegra:

"O Festival de Cinema de Vassouras destaca que em momento algum houve censura ao uso da vestimenta da atriz Lara Tremoroux.

Os responsáveis pelo evento, Bruno Saglia e Jane Saglia, fazem questão, a todo tempo, desde o primeiro dia de Festival, de ressaltar que são a favor da liberdade de expressão de cada um aqui presente.

A intenção do 1º Festival de Cinema de Vassouras é levar - não apenas aos Vassourenses e a todo o Vale do Café - a diversão, a diversidade, o empoderamento feminino, a pluralidade. É tornar o audiovisual acessível, possível. Assim tem sido às mais de 18 mil pessoas já passaram pelo evento, assistindo animações, curtas, documentários, longa-metragens.

E, de fato, a mensagem é uma so: amor e respeito. Viva a arte!"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos