Atriz de ‘X-Men’ sofre críticas por se definir bissexual e ser casada com homem

·1 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • Anna Paquin rebateu os ataques que anda recebendo nas redes sociais.

  • A atriz é casada com Stephen Moyer e é bissexual.

  • Paquin também printou ataques homofóbicos feitos a ela no mesmo espaço de comentários.

Anna Paquin usou suas redes sociais para desabafar sobre as críticas que anda recebendo por se definir bissexual e ser casada com um homem. Hoje aos 38 anos, intérprete da personagem Vampira na franquia ‘X-Men’, Paquin venceu o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 1994 por seu trabalho em ‘O Piano’.

Leia também:

Ela está casada desde 2010 com o ator Stephen Moyer, seu colega de elenco na série ‘True Blood’ e pai de seus dois filhos.

As críticas e os ataques à atriz cresceram ao longo dos últimos dias em meio aos vários posts feitos por ela celebrando o dia 17 de maio, Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia.

Uma pessoa escreveu no espaço de comentários de um dos posts da atriz: “Cansada de ver celebridades ‘bi’ advogando pela causa mas casadas convencionalmente com homens e com vários filhos, vivendo suas vidinhas perfeitas”. Paquin respondeu: “Ah sim… a velha merda ‘você não é queer o suficiente’. Sou uma bissexual orgulhosa casada com um ser humano maravilhoso que acontece de ser um homem”.

Paquin também printou ataques homofóbicos feitos a ela no mesmo espaço de comentários e a resposta dada por ela e por vários de seus fãs e seguidores. “Então vá se f****”, respondeu Paquin a um indivíduo xenófobo que a atacou em um dos posts.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos