Atriz de 'Smallville' é apontada como suposta líder de culto que transforma mulheres em escravas sexuais

(Imagem: divulgação Warner)

Allison Mack, que ficou famosa por interpretar a personagem Chloe na série ‘Smallville’, foi apontada como uma das líderes de uma seita que transformava mulheres em escravas sexuais para executivos da indústria do entretenimento.

A história começou a ser revelada no mês passado, quando o New York Times publicou uma matéria sobre o DOS, desdobramento do grupo NXIVM, que se vendia como uma comunidade de auto-ajuda, mas servia de fachada para atividades escusas. Na última quarta-feira, Frank Paralto, um ex-porta-voz do grupo, contou em entrevista ao jornal The Sun mais detalhes sobre o modo de funcionamento e garantiu que uma conhecida atriz é uma das recrutadoras. O Daily Mail apurou que trata-se de Allison Mack.

O DOS é um grupo fundado por Keith Raniere e, segundo as declarações de Paralto, suas membras têm a pele marcada à ferro com um símbolo do grupo, além de serem obrigadas a manter uma rígida dieta de 800 calorias por dia e a conseguir outras mulheres para a seita. Caso não consigam, são punidas fisicamente.

Um representante de Allison declarou que a atriz não vai falar com a imprensa sobre a acusação. A polícia dos EUA investiga o caso.