Atriz de 'Olha Quem Está Falando' diz ser boicotada após apoio a Trump

·2 minuto de leitura
John Travolta and Kirstie Alley holding a child in a scene from the film 'Look Who's Talking', 1989. (Photo by TriStar Pictures/Getty Images)
John Travolta e Kirstie Alley durante as gravações de "Olha Quem Está Falando", em 1989. (Photo by TriStar Pictures/Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Kirstie Alley, atriz de "Olha Quem Está Falando", afirma ter sido boicotada em Hollywood após manifestar apoio ao ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

  • "Isso tudo me fez repensar todas as minhas amizades", disse a atriz de 80 anos

  • Trump e Alley trocaram elogios na internet após o desabafo dela na imprensa

Kirstie Alley, estrela de "Olha Quem Está Falando" (1989), acredita ter sido boicotada em Hollywood após manifestar apoio ao ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump por duas eleições consecutivas. 

“As pessoas me dizem, ‘você é tão corajosa’. Eu digo, ‘não, eu sou estúpida’”, disse a atriz de 80 anos em entrevista à Fox News, quando perguntada sobre as suas manifestações políticas nos últimos anos.

Leia também:

“É muito estranho para mim, porque sempre vi artistas, a maior parte deles, como livres-pensadores. Mas você pode cozinhar metanfetamina e dormir com prostitutas, desde que não tenha votado no Trump", completou ela.

HOLLYWOOD, CALIFORNIA - AUGUST 22: Kirstie Alley and John Travolta attend the premiere of Quiver Distribution's
Kirstie Alley e John Travolta em evento realizado em 2019 (Photo by Matt Winkelmeyer/Getty Images)

“Eu sou a mesma pessoa. Sou a garota que votou duas vezes no Obama. Você gostava de mim quando votei no Obama, mas agora não? Isso tudo me fez repensar todas as minhas amizades”, finalizou a estrela.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Após a entrevista, Donald Trump escreveu uma mensagem de apoio a Alley em seu site oficial. “Apoiem a Kirstie Alley! Ela é uma ótima atriz, amada por muitas pessoas e verdadeiramente original. Ela também forte e inteligente. Muitas milhões de pessoas a admiram e apoiam o nosso país. Obrigada, Kirstie, você é muito admirada!”.

Em resposta, Alley agradeceu as palavras do ex-presidente e protestou contra o banimento dele do Twitter - causado pelo envio de mensagens falsas e incitação ao ódio. "Acabei de receber um elogio muito gentil. Obrigado Senhor, gostaria que você ainda estivesse no Twitter… Como deveria estar”, escreveu ela.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos