Atriz de Hollywood é internada após sofrer ataque de abelhas

·2 minuto de leitura
Kyle Richards em foto tirada na cama do hospital (reprodução/Instagram)
Kyle Richards em foto tirada na cama do hospital (reprodução/Instagram)

Resumo da notícia:

  • Kyle Richards precisou ser internada após sofrer um ataque de abelhas em sua mansão em Beverly Hills, nos Estados Unidos

  • "Se vocês me conhecem, sabem que sou alérgica a abelhas e que tenho pavor delas", disse a atriz de 52 anos

  • Em sua conta no Instagram, a atriz compartilhou algumas dicas de precaução para quem sofre da mesma alergia

Kyle Richards, atriz conhecida pela sua participação no reality show 'The Real Housewives of Beverly Hills', precisou ser internada após sofrer um ataque de abelhas em sua mansão em Beverly Hills, nos Estados Unidos. Em sua conta no Instagram, a artista de 52 anos deu detalhes do incidente.

"Isso aconteceu ontem... Eu me deparei com uma colmeia de abelhas e fui picada múltiplas vezes. Se vocês me conhecem, sabem que sou alérgica a abelhas e que tenho pavor delas", disse ela, mostrando a si mesma sentada numa cama de hospital. Ela também compartilhou nos stories um vídeo em que aparece correndo das abelhas (confira no final do texto).

Leia também:

"Consigo rir desse vídeo agora, mas o que vocês não conseguem ver nele é que [as abelhas] estavam no meu cabelo e estavam literalmente me perseguindo. Minha família não estava em casa e, por algum motivo, as pessoas que trabalham para mim não me ouviram pedir por ajuda", escreveu ela.

Aproveitando as publicações, a atriz, que foi revelada ainda criança no clássico "Halloween - A Noite do Terror" (1978), deu dicas para quem sofre da mesma alergia. "Estou compartilhando esta história com vocês porque, às vezes, não me preocupo em carregar meu autoinjetor de epinefrina comigo. Também não sei porque não consegui fazer com que o meu funcionasse", disse.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"É importante ver no YouTube alguns vídeos mostrando como usá-lo. Há tipos diferentes de autoinjetores e cada um funciona de uma maneira diferente. Mas também não deixem de ligar para [o número de emergência], mesmo se vocês usarem seus autoinjetores de epinefrina, já que [os socorristas] podem usar outros medicamentos para ajudar você a respirar", finalizou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos