Atriz de "Barrados no Baile" recorreu ao sadomasoquismo contra traumas

·2 minuto de leitura
LOS ANGELES, CALIFORNIA - JUNE 02: AnnaLynne McCord attends the premiere of
AnnaLynne McCord em evento realizado em 2021 (Photo by Frazer Harrison/Getty Images)

Resumo da notícia:

  • AnnaLynne McCord, atriz de "Barrados no Baile", revelou em entrevista que recorreu ao sadomasoquismo para superar traumas

  • A prática, no entanto, não ajudaram e ela precisou procurar ajuda psicológica

  • “Eu estava abrindo uma caixa de pandora sexual sem saber porque estava fazendo isso e as consequências disso", disse ela

AnnaLynne McCord, atriz de "Barrados no Baile", desabafou sobre os abusos que sofreu durante a infância e a adolescência em entrevista recente ao podcast ‘Call Me Daddy’. A artista revelou que chegou a apelar para o sadomasoquismo para voltar a ter sensações reais em seu corpo.

“Eu parei de sentir dor”, contou ela. “A autoflagelação começou porque eu não sentia nada. O nível de tortura pelo qual passei na infância e que hoje lembro ter sido tão horrível que o meu cérebro disse ‘não’, ele não podia sentir mais nada, então parei de sentir. Muito do sadomasoquismo para mim foi uma tentativa de voltar a sentir algo no meu corpo ", continuou a atriz.

Leia também:

Os resultados da experiência, no entanto, não foram bons. “Eu estava abrindo uma caixa de pandora sexual sem saber porque estava fazendo isso e as consequências disso. Porque os nossos lindos cérebros, que colocam dor e prazer juntos, acabaram me levando ao auto-abuso durante muito tempo”, completou a estrela.

Após perceber que estava se machucando ainda mais com o sadomasoquismo, McCord procurou ajuda psicológica. "As pessoas riem e dizem: 'Oh, eu tenho uma alta tolerância à dor'. Isso não é uma coisa boa. Nós sentimos dor por uma razão, é para nos informar que algo está errado", finalizou McCord.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Em 2014, AnnaLynne McCord revelou em entrevista que foi abusada sexualmente por um homem que considerava seu amigo. O trauma fez com que ela tivesse um surto durante a gravação de uma cena de estupro em "Barrados no Baile". Desde então, a atriz tem se dedicado a campanhas contra a violência da mulher.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos