Atriz Cicely Tyson, vencedora pioneira do Emmy e do Tony, morre aos 96 anos

Bill Trott
·1 minuto de leitura
Atriz Cicely Tyson recebe Oscar honorário

Por Bill Trott

(Reuters) - A atriz Cicely Tyson, que se especializou em retratar mulheres negras fortes enredadas pelas dificuldades da vida durante uma carreira de 60 anos que lhe rendeu três prêmios Emmy e um Tony, morreu aos 96 anos, anunciou seu empresário em um comunicado.

A causa da morte não foi informada. Tyson havia finalizado há pouco tempo um livro de memórias, "Just As I Am", que foi lançado justamente nesta semana.

As atuações mais louvadas de Tyson aconteceram em produções de época, como o filme "Lágrimas de Esperança", de 1972, no qual interpretou a esposa de um meeiro do Estado norte-americano da Louisiana. Ela recebeu sua única indicação ao Oscar por este papel, mas foi agraciada com um Oscar honorário em novembro de 2018.

Ela também ganhou dois Emmys pelo mesmo filme para televisão, "The Autobiography of Miss Jane Pittman", um de melhor atriz em minissérie ou filme e outro de atriz do ano. O título de 1974 cobre a vida de uma mulher desde a escravidão até a década de 1960.

Tyson recebeu outro Emmy 20 anos depois por "Oldest Living Confederate Widow Tells All". Entre suas outras nove indicações ao prêmio televisivo estão sua interpretação de Binta, a mãe do escravo Kunta Kinte na minissérie pioneira de 1977 "Roots", a da esposa do reverendo Martin Luther King Jr. em "King" e a da educadora inspiradora de "A História de Marva Collins".

(Por Lisa Richwine em Los Angeles e Bill Trott)