Atriz acusa Xanddy, do Harmonia do Samba, de intolerância religiosa: "Respeite o nosso sagrado"

Xanddy, do Harmonia do Samba (Foto: Reprodução/Instagram @xanddyharmonia)
Xanddy, do Harmonia do Samba (Foto: Reprodução/Instagram @xanddyharmonia)

Xanddy, vocalista do Harmonia do Samba, está sendo alvo de uma acusação de intolerância religiosa. A denúncia foi feita pela atriz Luana Xavier, neta de Chica Xavier, em suas redes sociais, nesta segunda-feira (05), depois que ela participou de um show do artista na noite de domingo (04), no Rio de Janeiro.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Luana destaca na web que Xanddy, por ser evangélico, cortou parte da letra da música "Raiz de Todo Bem", especialmente a que falava "do canto Candomblé".

Leia também:

"Um desrespeito sem tamanho. Se por questões religiosas, morais ou seja lá o que for, ele não pode pronunciar a palavra "Candomblé" então deveria tirar essa música do repertório. Simples assim", disse ela.

Ainda na web, Luana continua: "Mas Luana, você foi se divertir em um show e já voltou problematizando? SIM! E sabe por que? Porque durante anos o Candomblé foi uma religião proibida de ser exercida. Toques de Candomblé eram caso de polícia. E para tristeza do povo de axé, voltamos a essa era das trevas, onde muitos terreiros estão sendo invadidos por fundamentalistas religiosos. Portanto precisamos falar SIM sobre intolerância religiosa. E ao cantor @xanddyharmonia fica aqui o meu apelo… apelo de alguém que sempre admirou o trabalho dele: Respeite o nosso sagrado!".

A postagem teve mais de 22 mil visualizações em poucas horas e apoio de muitos, entre eles a cantora Teresa Cristina. Xanddy ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Veja a postagem de Luana Xavier:

Ver essa foto no Instagram

ALERTA TEXTÃO SOBRE INTOLERÂNCIA RELIGIOSA!!! Resolvi avisar antes o tema do post, para que só aqueles que realmente estiverem interessados leiam até o final. Sou muito fã do @harmoniadosamba . Há muitos e muitos anos. Já fui em inúmeros shows deles: aqui no Rio, em Salvador e até em Vitória. Mas hoje me decepcionei bastante com o @xanddyharmonia . Que ele é evangélico e fala bastante sobre sua religião, inclusive em shows, disso todo mundo sabe. E definitivamente não é um problema. Porque falar da nossa própria religião é um direito que nos compete. Porém, hoje no repertório do show tinha a música “Raiz de Todo Bem” comumente cantada pelo intérprete Saulo. Peço que reparem no vídeo. Comecei a filmar depois de um minuto de música rolando porque eu não conseguia acreditar no que estava acontecendo. Pois bem..... Xanddy suprimiu a frase “do canto Candomblé” durante toda a música. Um desrespeito sem tamanho. Se por questões religiosas, morais ou seja lá o que for, ele não pode pronunciar a palavra “Candomblé” então deveria tirar essa música do repertório. Simples assim. Mas Luana, você foi se divertir em um show e já voltou problematizando? SIM! E sabe por que? Porque durante anos o Candomblé foi uma religião proibida de ser exercida. Toques de Candomblé eram caso de polícia. E para tristeza do povo de axé, voltamos a essa era das trevas, onde muitos terreiros estão sendo invadidos por fundamentalistas religiosos. Portanto precisamos falar SIM sobre intolerância religiosa. E ao cantor @xanddyharmonia fica aqui o meu apelo... apelo de alguém que sempre admirou o trabalho dele: Respeite o nosso sagrado! Respeite a nossa fé! Principalmente você que canta “respeite quem pôde chegar aonde a gente chegou”. Se não pode pronunciar a palavra Candomblé, retire a música do seu repertório. Fico no aguardo! Boa noite a todos: Obs: se eu retirar o post é para me resguardar, mas por hora ele segue aqui. Axé pra quem é de axé! . . #fé #candomblé #umbanda #respeiteonossosagrado #respeiteanossafé #naoaintoleranciareligiosa

Uma publicação compartilhada por Luana Xavier | Actress (@luaxavier) em

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos