Atores, atrizes e cineastas mostram que não há idade para o cinema

·6 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Neste ano, o ator e diretor Clint Eastwood, 91 anos, lançou seu 39º longa, 'Cry Macho, Caminho para a Redenção'. Como em outras de suas obras, além de dirigir, interpreta o personagem principal, o cowboy aposentado Mike.

Mais uma vez, seus mais de 90 anos foram destacados muitas vezes na imprensa. O fato de Eastwood manter uma produção tão interessante e humana nos últimos anos e de seus melhores longas terem sido realizados a partir dos 60, mostram, como diz o título da coluna, que não há idade para fazer cinema.

Clint, assim como outros atores, atrizes, diretores e diretoras que chegaram à faixa dos 80 e 90 anos, ainda tem muito a dizer. "Por que ainda estou trabalhando nos meus 90 anos? Cheguei a um ponto em que me perguntei se isso era o suficiente, mas não ao ponto em que decidi que seria", disse o ator, em entrevista ao Los Angeles Times em setembro, ao lançar "Cry Macho".

Para ele, o passar dos anos trouxe oportunidades para atuar. "Não pareço como era aos 20 anos, mas e daí? Isso significa que existem caras mais interessantes para interpretar", afirmou. Como o ex-cowboy Mike, de 'Cry Macho', convocado pelo ex-chefe para trazer seu filho do México aos EUA. Caberá a ele mostrar ao garoto o valor das relações humanas e o que é ser um bom homem.

A atriz Rita Moreno, 89 anos, que em breve estará no remake de 'Amor, Sublime Amor' dirigido por Steven Spielberg, tem uma outra visão. "Por que eu deveria interpretar uma avó simplesmente porque sou velha? Posso ser uma advogada? Uma cientista? Até agora, a resposta é nem tanto", disse, em entrevista à Variety. "Hollywood sofre profundamente com o preconceito de idade", afirmou.

Ela faz coro às queixas de atrizes sobre a dificuldade de se conseguir bons personagens a partir da meia idade. Este cenário tem mudado nos últimos anos -obras tanto no cinema como na TV, muitas vezes produzidas por atrizes, se voltaram para papéis femininos de qualidade, independente da idade.

Vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante por 'Amor, Sublime Amor' (1961), ela volta à história pelas mãos de Spielberg interpretando Valentina, viúva de Doc, dono do bar onde se passa parte da história.

Com uma carreira que inclui dois Emmys, um Tony e um Grammy, Rita, assim como Clint e outros atores, atrizes e diretores a seguir, não quer parar. "A única maneira de me retirar é não conseguir andar. E mesmo assim sempre há uma cadeira de rodas -ou patins", disse à Variety.

*

ONDE VER

CRY MACHO (2021)

HBO Max: grátis para assinantes; Looke: R$ 49,99 (aluguel); Google Play e Microsoft Store: R$ 49,90 (aluguel) e R$ 69,90 (compra); Apple TV: R$ 69,90

FERNANDA MONTENEGRO, 92 ANOS, E LIMA DUARTE, 91 ANOS

A história da grande dama brasileira com o cinema é repleta de clássicos, dos anos 1960 até hoje. O mais recente é 'A Vida Invisível' (2019), longa de Karim Aïnouz premiado em Cannes. Outro trabalho de Fernanda lançado em 2019 é 'O Juízo', de Andrucha Waddington. É um filme feito em família: o roteiro é de Fernanda Torres, casada com Andrucha, e ainda traz o filho do casal em sua estreia como ator. O longa também é o trabalho mais recente de Lima Duarte, 91 anos, no cinema.

ONDE VER

A VIDA INVISÍVEL (2019)

Telecine e Globoplay: grátis para assinantes; Microsoft Store: R$ 7,90 (aluguel) e R$ 19,90 (compra); Looke: R$ 42,99 (compra); Google Play: R$ 19,90 (compra)

PIEDADE (2019)

NOW: grátis para assinantes; Apple TV: R$ 14,90 (aluguel) e R$ 19,90 (compra); Google Play: R$ 6,90 (aluguel) e R$ 19,90 (compra)

O JUÍZO (2019)

Telecine e Now: grátis para assinantes

MAGGIE SMITH, 86 ANOS

Com 66 anos de carreira, a dama do cinema inglês não quer parar. Seu longa mais recente é 'Downton Abbey, o Filme' (2019), em que interpreta a aristocrata Violet Crawley, personagem da série de mesmo nome que fez sucesso em todo o mundo. Neste ano, Maggie vai estar no longa natalino 'A Boy Called Christmas'. Em 2022, ela retoma a personagem Violet em 'Downton Abbey, a New Era', previsto para março. Além disso, dois filmes em que está no elenco estão em fase de pré-produção.

ONDE VER

DOWNTON ABBEY, O FILME (2019)

Prime Video: grátis para assinantes; Google Play: R$ 24,90 (compra); Apple TV: R$ 29,90 (compra)

A SENHORA DA VAN (2015)

Netflix: grátis para assinantes; Google Play: R$ 5,90 (aluguel) e R$ 19,90 (compra); Microsoft Store: R$ 7,90 (aluguel) e R$ 19,90 (compra)

ANTHONY HOPKINS, 83 ANOS

"Aos 83 anos, eu não esperava receber esse prêmio", disse o ator, em abril, horas depois de faturar o Oscar de melhor ator por 'Meu Pai' (2020; na foto), em que interpreta um homem que recusa ajuda durante o envelhecimento. Com o prêmio, Hopkins se tornou o ator mais velho a ganhar a estatueta dourada. Um ano antes, havia sido indicado ao Oscar por "Dois Papas" (2019). E não para: estrelou quatro longas neste ano e atualmente está de volta ao set, filmando 'Armageddon Time', de James Gray.

ONDE VER

MEU PAI (2020)

Belas Artes à La Carte: grátis para assinantes e R$ 24,90 (aluguel); NOW: grátis para assinantes; Looke: R$ 4,99 (aluguel) e R$ 19,99 (compra); Google Play: R$ 6,90 (aluguel) e R$ 14,90 (compra); Apple TV: R$ 29,90 (compra)

DOIS PAPAS (2019)

SOPHIA LOREN, 87 ANOS

Um pedido do filho Edoardo Ponti fez a atriz italiana voltar às telas para interpretar Madame Rosa em 'Rosa e Momo' (2020), depois de um hiato de dez anos. "Continuo a receber muitos roteiros, mas nenhum deles ecoou em mim como 'Rosa e Momo'", disse, em entrevista ao The New York Times no ano passado. "É por isso que eu não trabalhava havia quase dez anos", afirmou. No filme, dirigido por Ponti, ela é uma sobrevivente do Holocausto que cria uma relação com um menino órfão.

ONDE VER

ROSA E MOMO

Netflix: grátis para assinantes

MILTON GONÇALVES, 87 ANOS

O ator tem uma extensa carreira no cinema. 'Carandiru', 'O Beijo da Mulher Aranha', 'Eles Não Usam Black Tie' e 'Macunaíma' são alguns do títulos em sua filmografia. Um de seus mais recentes é 'Carcereiros, o Filme' (2019; na foto), versão para o cinema da série homônima da Globo. E logo poderemos vê-lo em 'Pixinguinha, Um Homem Carinhoso', cinebiografia em pós-produção que tem Seu Jorge como personagem título. No longa, Gonçalves é o pai de Pixinginha.

ONDE VER

CARCEREIROS, O FILME (2019)

Telecine e Globoplay: grátis para assinantes; Apple TV: R$ 4,90 (aluguel) e R$ 19,90 (compra); Looke: R$ 4,99 (aluguel) e R$ 19,99 (compra); Microsoft Store: R$ 6,90 (aluguel) e R$ 39,90 (compra)

KEN LOACH, 85 ANOS

O diretor inglês tinha 83 anos em 2019, quando lançou seu mais recente filme, "Você não Estava Aqui" (foto). Conhecido por traduzir nas telas os dramas e a vida dos trabalhadores, Loach não fez diferente neste filme, sempre sensível às mudanças na sociedade. Retratou a "uberização" das relações de trabalho ao contar a história do pai que compra uma van para fazer entregas, com a ilusão de ser dono de seu negócio.

ONDE VER

VOCÊ NÃO ESTAVA AQUI (2019)

Telecine: grátis para assinantes; Google Play: R$ 6,90 (aluguel) e R$ 14,90 (compra); Apple TV: R$ 9,90 (compra)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos