Ator de 'Outlander' conta que brigou para evitar nu frontal em cena de estupro

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um dos atores de "Outlander", Sam Heughan revelou ter passado por uma experiência ruim nos bastidores da série britânica. Ele contou que brigou com a direção da produção por causa de um nu frontal para uma cena de estupro. A revelação está na nova autobiografia do ator , 'Waypoints: My Scottish Journey' ("Waypoints: Minha Jornada Escocesa", em tradução livre).

O site britânico Daily Mail publicou trechos do livro nesta quinta-feira (27). Sam Heughan admitiu que, embora tenha concordado em gravar cenas íntimas para a série, não esperava que fossem filmar sua genitália na cena de estupro do seu personagem, Jamie Fraser.

"Não era um momento em que sentia que estar nu aumentaria o horror do que Jamie sofre naquela masmorra do castelo como forma de punição, subjugação e humilhação", escreveu o ator escocês em seu livro. "Recuei e briguei argumentando que a nudez sexualizava uma experiência horrível para o meu personagem e isso provocou um grande debate", explica na publicação.

No fim, a equipe de "Outlander" acabou concordando com Heughan, e as cenas de nudez foram descartadas na edição. Cenas, que segundo o ator, foram "incrivelmente difíceis de filmar". "A imagem do meu p** foi desnecessária gravar e traiu um pouco minha confiança na equipe criativa. Não precisamos ver o horror para imaginar o que os personagens passam. Desnecessário. A imaginação é muito mais poderosa", finaliza Sam.