Ator foi hipnotizado por serial killer Charles Manson na prisão

·2 minuto de leitura
LOS ANGELES, CALIFORNIA - JUNE 07: Danny Trejo attends the Black Carpet Premiere of Hidden Empire's new film
Danny Trejo na cerimônia de lançamento de "The House Next Door: Meet the Blacks 2", em 2021 (Photo by Matt Winkelmeyer/Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Danny Trejo chegou a ser hipnotizado pelo serial killer Charles Manson numa prisão da Califórnia

  • O caso foi contado pelo próprio ator em sua autobiografia

  • "Ele tinha um metro e meio, um magrelo baixinho. Ele se achava esperto", contou Trejo

O ator Danny Trejo, estrela da franquia de filmes "Machete", contou em sua autobiografia que chegou a ser hipnotizado pelo serial killer Charles Manson em uma prisão da Califórnia no ano de 1961.

O caso relatado em ‘Trejo: My Life of Crime, Redemption and Hollywood’ (‘Trejo: Minha Vida de Crime, Redenção e Hollywood’, em tradução livre), ocorreu anos antes de Manson se tornar famoso como líder da seita "Família Manson" nos Estados Unidos.

Leia também:

“Ele tinha um metro e meio, um magrelo baixinho. Ele não era um bully. Não era um valentão. Mas ele tinha o jeitão de prisão e cadeia. Ele se achava esperto”, escreveu Trejo no livro, ainda sem previsão de lançamento no Brasil.

De acordo com o artista, Manson fazia sessões frequentes de hipnose na cadeia. Entre 1959 e 1969, Danny Trejo, hoje tido como um dos atores mais simpáticos de Hollywood, passou por seis presídios diferentes nos Estados Unidos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"O cara (Manson) sentava e pedia para fecharmos os olhos. Por 15 minutos, em grandes detalhes, ele nos fazia passar pelo processo de roubar uma droga, encontrar um ponto de aplicação, cozinhar a heroína na colher, aplicar em uma seringa e colocar nas nossas veias (...)", relatou Trejo.

LOS ANGELES, CA - DECEMBER 3: Charles Manson is escorted to court for preliminary hearing on December 3, 1969 in Los Angeles, California.  (Photo by John Malmin/Los Angeles Times via Getty Images)
Charles Manson sendo escoltado por policiais para um depoimento em 1969 (Photo by John Malmin/Los Angeles Times via Getty Images)

"Eu podia sentir na minha boca. Qualquer viciado sabe como é. Quando ele descrevia a passagem pela minha corrente sanguínea eu podia sentir aquilo passando pelo meu corpo”, completou o astro.

Morto em 2017, Manson, visto recentemente como personagem de "Era Uma Vez em... Hollywood" (2019), chocou o mundo ao comandar uma série de assassinatos, incluindo o da atriz Sharon Tate, em 1969. Na época, ela era casada com o diretor Roman Polanski.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos