Ator da Marvel Jeremy Renner é hospitalizado após acidente com neve

Ator Jeremy Renner

(Reuters) - O ator Jeremy Renner, que interpreta o Gavião Arqueiro nos filmes do universo da Marvel, estava em estado "crítico, mas estável" em um hospital em Nevada, nesta segunda-feira, um dia depois de sofrer uma "lesão traumática" na neve, disseram sua assessora e autoridades locais.

"A partir de agora, podemos confirmar que Jeremy está em estado crítico, mas estável, com ferimentos depois de sofrer um acidente relacionado ao clima ao remover neve hoje cedo", disse sua assessora, Samantha Mast, à imprensa no domingo, acrescentando que a família do ator estava com ele e que estava recebendo "cuidados excelentes".

O ator já indicado ao Oscar de 51 anos possui uma casa em Washoe County, no Estado norte-americano de Nevada, há vários anos, de acordo com o Reno Gazette Journal. Essa região no norte do Estado foi atingida por fortes nevascas na véspera de Ano Novo. O Serviço Nacional de Meteorologia emitiu um alerta de tempestade de inverno na área no fim de semana.

No mês passado, Renner compartilhou atualizações nas redes sociais quando a região recebeu grandes quantidades de neve. "Nevasca no Lago Tahoe não é brincadeira", escreveu Renner no Twitter em dezembro, com a postagem mostrando um veículo coberto de neve.

Autoridades locais disseram que o ator sofreu uma "lesão traumática" na manhã de domingo e foi transportado para um hospital local em um voo de atendimento.

O Gabinete do Xerife do Condado de Washoe disse em um comunicado que "respondeu a uma lesão traumática na área de Mt. Rose Highway em Reno, Nevada" na manhã de domingo às 9h, no horário local. Também disse que Renner foi o único envolvido no incidente, que está sendo investigado.

Além de fazer parte do grupo de heróis da Marvel, Vingadores, Renner estrelou em filmes da franquia "Missão: Impossível", bem como "A Chegada", "Trapaça" e "Extermínio 2".

Ele foi indicado duas vezes ao Oscar pelos filmes "Guerra ao Terror", como Melhor Ator em 2010, e "Atração Perigosa", como Melhor Ator Coadjuvante em 2011.

(Reportagem de Kanishka Singh em Washington; Reportagem adicional de Scott Dill)