Ator Babu Santana é premiado no cinema e não se sente intimidado com exposição

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Alexandre da Silva Santana, 40, mais conhecido como Babu Santana, é ator e já trabalhou em mais de 40 filmes, como “Estômago” (2008) e “Cidade de Deus” (2002). O carioca é nascido e criado no Vidigal e também já atuou em novelas, entre elas “I Love Paraisópolis” (Globo, 2015) e “Novo Mundo” (Globo, 2017), e no teatro.

Com seu papel em "Tim Maia" (2014), venceu o Festival de Cinema do SESC e o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Santana também já foi atleta federado de Judô e Taekwondo, mas se encontrou mesmo nas telinhas e telonas. O pai, segurança do Teatro Fênix, foi quem facilitou seu acesso a esse universo.

Divide seu tempo entre a atuação, a banda de soul music e a família. Santana tem três filhos e prioriza o tempo para se dedicar a eles. No BBB, o ator garante não ter medo da exposição e pretende aproveitar tudo que o reality tem a oferecer. “Me interessa que saibam que eu sou o Babu. E a possibilidade de ganhar R$ 1,5 milhão é encantadora”, diz.

​SOBRE O PROGRAMA

A 20ª edição do Big Brother Brasil que estreia nesta terça-feira (21) está cheia de novidades. Uma delas é a casa que abrigará os participantes durante os três meses, que já está toda remodelada.

O BBB 20 chega prometendo ainda mais conectividade com o público, com conteúdo multimídia como a #RedeBBB, o Boletim BBB e o Bate-Papo BBB, no ar sempre após o programa.

A apresentação continua de Tiago Leifert, que dessa vez vai supervisionar um grupo de participantes formado por anônimos e celebridades.

Como todos os anos, a casa que receberá os competidores passou por reformas. A sala, onde eles vão se reunir para conversar com o apresentador, terá a selva como tema, por exemplo.

Em suas duas décadas, a versão brasileira do Big Brother alçou muita gente à fama, como Grazi​ Massafera e Sabrina Sato, colecionou polêmicas, encheu páginas de revistas com brothers e sisters que foram convidados para posar nus e até formou casais.

Na 20ª edição, brothers e sisters terão acesso a celulares. Porém, eles não vão conseguir fazer ligações nem saber o que andam falando deles do lado de fora. De acordo com Tiago Leifert, haverá uma rede social, parecida com o Instagram, interna na casa, e eles alimentarão essa rede com imagens, vídeos e a vivência deles.

O líder da semana poderá definir quem ficará na Xepa e quem estará no grupo VIP dos alimentos. Isso significa que ele escolherá quem come mais ou menos. Promessa de barracos. ​