Ativistas jogam farinha em obra milionária de Andy Warhol

FOLHAPRESS - Ativistas ambientais jogaram oito quilos de farinha sobre uma obra de Andy Warhol que estava em exposição na mostra "Andy Warhol: A Publicidade da Forma", em Milão, capital da Itália. A criação do artista é avaliada em 10 milhões de euros.

A obra que foi coberta de farinha é um carro estilizado pelo artista americano. Warhol é considerado o pai da arte pop.

O protesto foi realizado pelo grupo chamado Última Geração, uma vertente italiana do Extinction Rebellion -algo como Rebelião da Extinção-, movimento que diz lutar contra o colapso do clima.

"É uma obra importante e que era exibida pela primeira vez. Agora precisamos entender o que fazer. Por enquanto, estamos fechados", disse o produtor da exposição, Stefano Lacagnina.

Tentar estragar obras de arte famosas virou moda recentemente entre ativistas ambientais de todo o mundo. Pessoas colaram as mãos no vidro que cobria a obra "Campbell's Soup", do próprio Warhol, na Austrália. Um grupo jogou sopa nos "Girassóis" de Van Gogh em Londres. Na Alemanha, ativistas passaram purê numa obra de Claude Monet.