Ativistas contra mudança climática dominam tapete vermelho do Festival de Cinema de Veneza

Por Marie-Louise Gumuchian

Por Marie-Louise Gumuchian

VENEZA (Reuters) - Centenas de manifestantes dominaram o tapete vermelho do Festival de Cinema de Veneza durante várias horas neste sábado, exigindo ações para combater a mudança climática e para proibir que cruzeiros entrem na cidade. 

Vestindo macacões brancos, os quase 300 manifestantes se sentaram no tapete vermelho onde estrelas de Hollywood como Brad Pitt, Scarlett Johansson e Joaquin Phoenix passaram para as estreias de seus novos filmes durante o evento de 11 dias.

Segurando cartazes com os dizeres "Nosso lar está pegando fogo" e "Não aos cruzeiros", os manifestantes se sentaram do lado de fora do local principal do festival e entoaram gritos de ordem, cercados pela polícia. 

"Queremos enfrentar o tópico da crise climática, nós achamos que isto é mais importante que qualquer coisa que podemos ver no mundo atualmente", disse Chiara Buratti, membro do comitê anti-cruzeiros de Veneza, acrescentando que os manifestantes queriam que as celebridades apoiassem a causa. 

Os manifestantes chegaram no início da manhã deste sábado, mas deixaram o local pacificamente horas depois. 

Este sábado é o último dia do festival. O vencedor do prêmio Leão de Ouro será anunciado à noite.