Ativistas ambientais cobrem obra de Andy Warhol com farinha em Milão

Ativistas de um grupo ambiental cobriram com farinha nesta sexta-feira (18) um automóvel BMW pintado pelo artista americano Andy Warhol. Segundo eles, a ação pretende “enviar uma mensagem de alarme sobre o colapso climático”.

Quatro ativistas do grupo Ultima Generazione ("Última geração", na tradução livre) jogaram oito quilos de farinha no veículo, um BMW M1 1979 exposto na Fabbrica del Vapore, centro cultural que abriga uma retrospectiva sobre Warhol, mestre da pop art.

De acordo com imagens divulgadas pelo grupo e pelas redes sociais, pelo menos dois ativistas colaram as mãos no chão da exposição, enquanto visitantes gritavam com eles e outros tentavam limpar a obra.

Ativistas ambientais multiplicaram os protestos contra obras de arte nas últimas semanas para alertar a opinião pública sobre as mudanças climáticas.

Entre as vítimas dos ataques estão duas obras de Goya no Museu do Prado, em Madri, "Girassóis" de Van Gogh, em Londres, e uma pintura de Claude Monet em Potsdam, perto de Berlim.

bur-gab/ljm/an/eg/ms