Seu filho chupa o dedo? Até Kate Middleton e o príncipe William passam por isso

O príncipe Louis foi visto chupando o dedo na varanda do Palácio de Buckingham [Foto: Getty]
O príncipe Louis foi visto chupando o dedo na varanda do Palácio de Buckingham [Foto: Getty]

Por Marie Claire Dorking

O príncipe Louis fez sua estreia na parada Trooping the Colour, em junho, e sua fofura ganhou o coração dos britânicos quando ele docemente acenou para o público da varanda do Palácio de Buckingham. Mas o pequeno de 14 meses revelou ter um hábito muito comum entre crianças da sua idade: chupar o dedo.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Durante o dia ele foi visto colocando o dedão na boca algumas vezes, incluindo o momento em que observava pela janela, de dentro do palácio, com seus dois irmãos, o príncipe George, de cinco anos, e a princesa Charlotte, de quatro.

Leia também

Mas quando o pequeno começou a chupar o dedo durante a sua estreia na varanda, o reflexo materno de Kate Middleton entrou em ação e ela gentilmente tentou impedi-lo.

Enquanto o marido, príncipe William, estava segurando Louis, ele tentou remover o dedo do filho com delicadeza, mas ao notar, a mãe se aproximou de Louis com um sorriso e tirou seu dedo da boca, sem esforço.

Kate Middleton agiu delicadamente para impedir que o príncipe Louis chupasse o dedo [Foto: Getty]
Kate Middleton agiu delicadamente para impedir que o príncipe Louis chupasse o dedo [Foto: Getty]

O hábito de chupar o dedão

De acordo com a Sociedade Britânica de Ortodontia (BOS, na sigla em inglês), o hábito de chupar o dedão e o dedo indicador é um dos mais comuns desenvolvidos durante a infância.

Eles afirmam que há duas razões pelas quais o seu filho pode chupar o dedo: a primeira é em busca de conforto, e a segunda é o fato de que isso é hábito aprendido.

Os bebês podem começar a chupar o dedo regularmente aos três meses de idade (embora façam isso desde o útero), mas o hábito pode persistir por anos. Estatísticas da BOS revelam que uma em cada oito crianças do Reino Unido (entre 7 e 11 anos) mantêm um hábito prolongado de chupar o dedo.

Geralmente, os especialistas indicam que as crianças param de chupar seus dedos quando se tornam um pouco mais independentes, por volta dos 2 anos.

Problemas da criança chupar o dedo

O primeiro é o fato de que as crianças, que não costumam ter prática com a higiene das mãos, vão transferir germes diretamente das mãos para a boca. A segunda tem a ver com o desenvolvimento dos dentes.

O NHS (Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido) alerta que tanto as chupetas quanto o hábito de chupar o dedo “incentivam uma mordida aberta” (quando os dentes se movem para abrir espaço para o objeto em questão).

“Quando a maioria das pessoas pensa nas razões por que são feitos tratamentos ortodônticos, elas pensam nos problemas que podem ser vistos facilmente – dentes proeminentes ou que crescem acavalados, por exemplo,” explica a Dra. Thais Booms, autora de ‘Beyond Braces: A Consumer's Guide To Orthodontics’ (Além do Aparelho: um Guia Ortodôntico do Consumidor, em tradução livre).

“No entanto, a mordida também é muito importante, e embora os problemas com ela nem sempre sejam notáveis, eles têm consequências”.

Se não for corrigida, uma mordida irregular pode levar a diversos problemas, incluindo dores de cabeça, dentes quebrados ou retração gengival.

“O hábito prolongado de chupar o dedo e o uso de chupetas após os quatro anos de idade aumenta o risco de alterar a mordida,” explica a Dra. Booms. “Em um padrão apropriado de mordida, os dentes superiores se sobrepõem um pouco aos dentes inferiores, mas o hábito de chupar dedo ou chupeta por muito tempo pode impedir que isso aconteça”.

“Os molares superiores e inferiores devem se tocar quando a mandíbula está fechada, mas os dentes da frente não fazem isso. A presença frequente do dedão, dedo indicador ou chupeta enquanto os dois dentes permanentes da frente estão surgindo, pode fazer com que eles nasçam de forma inapropriada”.

O príncipe Louis foi visto chupando o dedo na parada Trooping of the Colour no sábado [Foto: Getty]
O príncipe Louis foi visto chupando o dedo na parada Trooping of the Colour no sábado [Foto: Getty]

Como fazer a criança parar de chupar o dedo?

De acordo com a BOS, é mais fácil acabar com o hábito de chupar chupeta, e aqueles que a usam desde pequenos têm uma probabilidade muito menor de chupar o dedo.

O primeiro passo é frear o hábito durante o dia. Eles acreditam que o incentivo é fundamental, e indicam o uso de uma tabela de recompensas para ajudar a criança a diminuir a dependência do dedo até acabar com ela.

Elogiar a criança por não chupar o dedo também é recomendado, mas não se deve incomodar, fazer piadas, punir ou envergonhar a criança por causa do hábito.

Assim como Kate Middleton, cada pai e mãe deve abordar o hábito de chupar o dedo e o momento certo de enfrentá-lo da forma que melhor se adapta a sua própria família.

Assim como as birras, este é apenas mais um aspecto da criação dos filhos que até a realeza precisa saber lidar.