Astros de Hollywood que enfrentaram transtornos mentais durante a carreira

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jim Carrey, Carrie Fisher e Jean-Claude Van Damme: eles falaram abertamente sobre problemas mentais (reprodução)
Jim Carrey, Carrie Fisher e Jean-Claude Van Damme: eles falaram abertamente sobre problemas mentais (reprodução)

O tema da saúde mental, infelizmente, ainda é um tabu no mundo. Por isso, é muito importante quando famosos, como os atores de Hollywood, expõem problemas com transtornos mentais em entrevistas e mostram como eles podem acontecer, afinal, com qualquer pessoa, independentemente da profissão ou classe social.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Dados da Organização Pan-Americana da Saúde sugeriram, no fim de 2020, que 30% da população das Américas teve ou terá algum transtorno mental. Destacando a importância do tema - e do trabalho dos psicólogos e psiquiatras - , nós destacamos algumas falas de famosos sobre o diagnóstico e o tratamento deste tipo de problema.

Leia também:

Jean-Claude Van Damme

O astro de "O Grande Dragão Branco" (1988) já revelou em entrevistas que sofre com o transtorno bipolar. Em entrevista ao Guardian, o ator revelou que recebeu o diagnóstico em um dos momentos mais conturbados da sua vida. “Ele estava passando dos limites: se envolvendo em acidentes de carro, brigando com paparazzi, sendo detido por beber e dirigir”, disse ele, que hoje tem acompanhamento de profissionais da saúde mental. Além disso, ele afirma ter parado de usar drogas.

Catherine Zeta-Jones

Em 2012, a atriz foi elogiada por revelar em entrevista à revista People que sofre com o transtorno bipolar. "Se minha revelação sobre meu transtorno bipolar encorajar uma pessoa a procurar ajuda, então isso já valeu a pena", explicou a estrela na época. "Não há necessidade de se sofrer silenciosamente e não é uma vergonha procurar ajuda."

Carrie Fisher

Outra atriz a sofrer com o transtorno bipolar foi a eterna Princesa Leia da saga Star Wars. Em depoimento ao jornal Guardian, em 2016, a atriz falou abertamente sobre o assunto. "Disseram-me que eu era bipolar aos 24 anos, mas não pude aceitar esse diagnóstico até os 28, quando tive uma overdose e finalmente fui capaz de ver que nada mais poderia explicar meu comportamento", revelou ela. "Recebemos uma doença desafiadora e não há outra opção a não ser enfrentar esses desafios. Pense nisso como uma oportunidade de ser heroico", disse ela diretamente a um fã que recebeu o mesmo diagnóstico.

Charlize Theron

Charlize Theron sofre de Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC). "Tenho um problema com armários desorganizados. As pessoas empurram as coisas para dentro e fecham a porta. Quando estou deitada na cama, não consigo dormir porque penso ter visto algo que não deveria estar no armário", disse ela à agência "Wenn", em 2009.

Jim Carrey

O ator falou abertamente sobre depressão no minidocumentário "Jim Carrey: I needed color" (assista acima), no qual explica como a pintura o ajudou a enfrentar a doença que atinge 350 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde. “Eu não sei o que a pintura me ensina, mas sei que me liberta. Me liberta do futuro, me liberta do passado, me liberta do arrependimento, me liberta da preocupação“, diz ele no filme.

Brad Pitt

Após se separar de Angelina Jolie, o ator entrou em depressão em sua residência de Hollywood Hills, passando o dia bebendo, fumando maconha e ouvindo Frank Ocean. “Quando comecei a formar minha família, parei com tudo [fumar, por exemplo] exceto pelo álcool. Mas neste último ano, havia coisas com as quais eu não estava lidando. Bebia demais, e se tornou um problema. Mas agora, seis meses depois, eu estou melhor. Honestamente, eu conseguiria beber mais vodka do que um russo. Eu era profissional. Parei porque não queria viver mais assim. Hoje substituo o álcool por suco de cranberry e água com gás", revelou à GQ Style meses depois. Hoje, aos 57 anos, ele afirma viver completamente sóbrio.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos