Astros da Marvel se unem a Juliette, Luciano Huck e Telminha em campanha pelo voto

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 18.09.2019 - A atriz Ana Hikari durante a cerimônia de premiação dos Profissionais do Ano, no Arca, em SP. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 18.09.2019 - A atriz Ana Hikari durante a cerimônia de premiação dos Profissionais do Ano, no Arca, em SP. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Robert Downey Jr, Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Samuel L. Jackson e Benedict Wong... Seria o elenco de um novo filme dos Vingadores vindo por aí? Nesta sexta-feira (28), os astros da Marvel se uniram por uma causa, e não era para derrotar o temível vilão Thanos.

Os intérpretes dos heróis Homem de Ferro, Thor, Hulk, Nick Fury e Wong usaram as redes sociais para pedir aos brasileiros que compareçam às urnas no domingo (30) para votar. As mensagens dos astros hollywoodianas foram publicadas em português, usando a hashtag #NemTodoHeróiUsaCapa.

Os textos publicados não citavam candidatos ou partidos, mas falavam de algumas causas, como pandemia e desmatamento. Os astros ainda interagiram com celebridades brasileiras, como as ex-BBBs Juliette e Thelminha, o humorista Paulo Vieira, as atrizes Taís Araujo e Ana Hikari e o apresentador Luciano Huck.

"Estamos com você nesta missão, Juliette", disse Hemsworth em resposta a uma mensagem da cantora sobre incêndios na Amazônia e ameaça à vida dos povos indígenas. "Vingadores brasileiros, neste domingo todos vocês são dignos de exercer seu voto, algo mais poderoso do que qualquer martelo. #NemTodoHeróiUsaCapa (Mas alguns sim)"

Já a médica Thelminha pediu que as pessoas votassem para evitar uma nova pandemia. "Isso mesmo, Thelminha!", respondeu Ruffalo. "Como prova Bruce Banner: a verdadeira ciência nos fortalece. Por favor, votem no domingo por mentes corajosas e abertas e famílias fortes e saudáveis. #NemTodoHeróiUsaCapa"

Downey Jr, que havia citado Luciano Huck, apagou a publicação ao perceber que respondeu a uma mensagem que ainda não havia sido publicada. Originalmente, a mensagem era sobre educação de qualidade, mas também brincava perguntando: "Ainda está reformando latas velhas? Vamos conversar".