A assassina que virou vingadora: "Viúva Negra" finalmente assume protagonismo no cinema

·1 minuto de leitura
Krystal Jackson posa para foto em evento especial para fãs do filme "Viúva Negra", em Los Angeles

Por Rollo Ross

LOS ANGELES (Reuters) - Após inúmeros atrasos devido à pandemia, a Viúva Negra finalmente assume o centro das atenções em seu novo filme, que investiga o passado da personagem dos Vingadores interpretada por Scarlett Johansson, com estreia na sexta-feira.

A atriz retoma o papel pela nona vez no Universo Cinematográfico da Marvel, embora a Viúva Negra tenha morrido no blockbuster "Vingadores: Ultimato", de 2019.

O novo filme "Viúva Negra" estará disponível nos cinemas e no serviço de streaming Disney+, da Walt Disney Co. Anteriormente, ele estava programado para estrear exclusivamente nos cinemas, em maio de 2020.

A obra relata acontecimentos anteriores e é ambientada após os eventos de "Capitão América: Guerra Civil", de 2016. O filme acompanha a ex-assassina Natasha Romanoff enquanto ela foge de agentes do governo.

Johansson disse que esta provavelmente será a última vez que ela interpretará a personagem.

"Acho que é sempre bom sair com uma nota alta", disse a atriz em entrevista. "Você tem que libertá-la. Faz parte da jornada quando você sabe que chegou ao fim."

David Harbor, ator de "Stranger Things", interpreta o pai de Romanoff e Rachel Weisz co-estrela como a mãe. Florence Pugh interpreta sua irmã, Yelena, que por vezes zomba da Viúva Negra e seus companheiros Vingadores.

"Espero ter feito as pessoas rirem", disse Pugh. "A franqueza de eu ser escandalosamente rude com Natasha pode ter sido engraçado, mas eu definitivamente sorri quando toda a família se envolveu. Todos eles compartilhavam o mesmo senso de humor e ritmo. Isso foi simplesmente perfeito."

Harbor interpreta um super-herói atípico que está fora de forma e luta para caber em seu traje de super-herói.

(Por Rollo Ross)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos