Artistas se revoltam com denúncias na CPI e pedem afastamento de Bolsonaro: "Corrupto"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Marcelo D2, Daniela Mercury e Felipe pediram afastamento de Jair Bolsonaro após denúncias de corrupção na CPI das vacinas. Fotos: reprodução/Instagram @marcelod2, @danielamercury e @felipeneto
Marcelo D2, Daniela Mercury e Felipe pediram afastamento de Jair Bolsonaro após denúncias de corrupção na CPI das vacinas. Fotos: reprodução/Instagram @marcelod2, @danielamercury e @felipeneto

Resumo da notícia

  • Após denúncias na CPI, famosos criticaram Jair Bolsonaro por suposto esquema de corrupção

  • Celebridades pediram impeachment imediato do presidente da República

  • Artistas como Marcelo D2, Daniela Mercury e Felipe Neto se posicionaram contra escândalo

O clima de indignação tomou conta das redes sociais de várias celebridades após as denúncias de um suposto esquema de corrupção na compra das vacinas da Covaxin que envolvem Jair Bolsonaro. Famosos, que acompanharam os depoimentos do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) e do servidor do ministério da saúde Luis Ricardo Miranda na CPI da Pandemia, na última sexta-feira (25), pediram impeachment do presidente da República.

O humorista Gregorio Duvivier citou nominalmente Bolsonaro, a quem chamou de "genocida, vagabundo e corrupto".

Leia também:

A cantora Daniela Mercury reproduziu uma fala do senador Randolfe Rodrigues, durante a sessão da CPI, classificando o episódio de superfaturamento da Covaxin como "o maior escândalo de corrupção da história da República".

O rapper Marcelo D2 lembrou que o atual governo precisa ser interrompido para que a população não sofra ainda mais com a pandemia, que já matou mais de 500 mil brasileiros.

"Impeachment!", pediu o ator Armando Babaioff. "Desejo o pior para o Bolsonaro, o pior! E não me venha com esse papo de karma não. Quero que ele se f*da, de verde e amarelo", completou em outra mensagem no Twitter.

Outros artistas, como Patrícia Pillar, pressionaram o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, para aceitar os pedidos de impeachment do presidente que se acumulam há meses. Marcelo Adnet, Felipe Neto e Leoni também se posicionaram.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos