Artista suíço esculpe extenso castelo de argila em margem de rio seco

Escultura de argila do artista suíço François Monthoux em margem do rio Toleure, na Suíça

SAUBRAZ, Suíça (Reuters) - O projeto anual do artista suíço François Monthoux de construir esculturas de argila nas margens do rio Toleure, na Suíça, se transformou em um cativante complexo de castelos neste ano, conforme a seca que atinge a Europa o permite ampliar seu mundo dos sonhos.

Monthoux começou o projeto deste ano com ambições modestas, há seis semanas, mas a seca permitiu que ele construísse uma cidade inteira de torres.

Agora ele tem sentimentos conflitantes: quer que chova, mas está triste com a ideia de seu mundo dos sonhos desaparecer quando isso acontecer.

"Imagino a vida das pessoas andando sob os arcos, sob a ponte, olhando para os monumentos, olhando para a cidade", disse Monthoux, que trabalha com argila do leito seco do rio Toleure, no cantão de Vaud, no oeste da Suíça.

"Então, entro em uma bolha e me torno um sonhador... vejo o mundo deles sendo criado sob meus dedos", acrescentou.

Os visitantes da escultura aproveitam enquanto ela dura. "Não tenho palavras para dizer o que sinto, porque é... é simplesmente sublime", disse Heidi Butty, que mora em Vaud.

(Por Denis Balibouse e Cecile Mantovani)