Arthur Aguiar diz que ser ator atrapalha carreira musical: "Existe esse preconceito"

Arthur Aguiar no palco do
Arthur Aguiar no palco do "Domingão com Huck". Foto: Reprodução/Globo

Resumo da notícia:

  • Arthur Aguiar acredita que ser ator não ajuda na trajetória da carreira musical

  • Em entrevista ao Yahoo, artista refletiu sobre dificuldade por já ser conhecido e sofrer julgamentos

  • Campeão do "BBB22" estrela filme infantil "Pluft, o Fantasminha" com estreia no dia 21 de julho

Arthur Aguiar se prepara para estrear o primeiro filme infantil live-action 3D do país, gravado há alguns anos, muito antes de se tornar pai de Sophia e focar em sua carreira de cantor. "Pluft, o Fantasminha" chega aos cinemas no próximo dia 21 de julho com nomes como Juliano Cazarré, Lucas Salles e Fabiula Nascimento no elenco.

Em entrevista ao Yahoo, o campeão do "BBB22" desabafou sobre a fama como ator ser um obstáculo para trilhar um caminho na música, que virou o seu foco após o reality da Globo. Questionado sobre de que modo a experiência artística pode ajudar na sua trajetória musical, Arthur confessou que não vê vantagens nessa questão ao acreditar que o brasileiro não aceita quem faz os dois trabalhos.

"Acho que ser ator me atrapalha na minha carreira de cantor, porque, aqui no no Brasil, as pessoas têm dificuldade de aceitar alguém que faz mais de uma coisa. Não é igual nos Estados Unidos, que as pessoas valorizam muito", refletiu ao citar nomes como Jennifer Lopez e Justin Timberlake, que são atores e cantores.

"Não existe um desmerecimento e nem algo do tipo 'Ele quer fazer tudo, ele atira para todos os lados' e aqui dentro [Brasil] existe esse preconceito infelizmente", analisou. "Tem o lado positivo de estar em evidência, mas tem o lago negativo das pessoas não aceitarem, não conseguirem te enxergar de uma outra forma, já te rotularem daquilo. 'Ele é ator e ponto final'", completou.

É difícil conseguir fazer essa transição [de ator para cantor] e você não tem muito espaço para erro"Arthur Aguiar

O ex-RBD afirmou que estar em evidência te tira o espaço de tentativas do início de uma nova profissão. "As pessoas esperam e te cobram que você esteja no mesmo nível de algo que você já alcançou. Você não consegue ir melhorando aos poucos ou fazendo esse ensaio", disse.

Vale lembrar que, recentemente, Arthur foi alvo de muitas críticas após se apresentar ao vivo no palco do "Encontro" e ter desafinado na performance de sua música. Ele explicou que a carreira de um cantor não surge da noite para o dia. "Quando você conhece o cantor, o cara já tem cinco, oito anos de estrada até ele realmente ser conhecido nacionalmente", declarou.

"Nesse tempo, ele errou muito, apanhou muito, foi difícil até chegar naquele lugar. E a gente que já está em evidência, não tem essa oportunidade. Temos que trocar o pneu do carro com ele em movimento. Então, acho que não me ajuda não, mais me atrapalha do que me ajuda", concluiu. Confira o trailer de "Pluft, o Fantasminha":

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos