Arqueólogo descobre assentamento de 6 mil anos em ilha do litoral da Croácia

·1 minuto de leitura
Itens encontrados no assentamento em Korcula

LUMBARDA, Croácia (Reuters) - O arqueólogo Mate Parica estava examinando imagens de satélite do litoral da Croácia quando se deparou com algo incomum.

"Pensei 'talvez seja natural, talvez não'", disse Parica, professor da Universidade de Zadar.

A imagem mostrou uma área ampla e rasa no leito do mar sobressaindo na costa leste da ilha de Korcula.

Parica e um colega decidiram mergulhar no local e descobriram o que acreditam ser um assentamento neolítico de aproximadamente 4.500 a.C. construído em um trecho de terra pequeno que estava conectado à ilha principal por uma faixa estreita.

A dupla encontrou os restos de muros de pedra que cercavam o assentamento, além de ferramentas e outros objetos usados pelos habitantes.

"Encontramos alguns objetos de cerâmica e facas de lasca de pedra", contou.

Marta Kalebota, que administra a coleção arqueológica do museu da cidade de Korcula, disse que a localização do assentamento é extremamente incomum.

"Não temos ciência, no momento, de uma descoberta semelhante em lugar nenhum de que um assentamento neolítico foi construído em uma ilhota com uma faixa estreita de terra", disse ela.

Parica também disse que a descoberta do assentamento da ilha é atípica e que os achados neolíticos são mais comuns em cavernas.

(Por Antonio Bronic)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos