Arma disparada por Alec Baldwin era usada para tiro ao alvo fora do set

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A arma disparada pelo ator Alec Baldwin, 63, e que acidentalmente matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, no set de gravações do filme "Rust", na quinta-feira (21), não era usada apenas como adereço da produção. Segundo o TMZ, ela era usada para prática de tiro ao alvo por membros da equipe.

Fontes ouvidas pelo site americano apontam que a mesma arma entregue ao ator, pelo assistente de direção Dave Halls para a gravação de uma cena do longa, era usada fora do set e com munição real. De acordo com a publicação, pessoas da equipe acreditam que foi assim que a arma chegou carregada no set.

A polícia ainda investiga de quem foi a responsabilidade pelo uso da munição errada, que acabou ferindo Hutchins e o diretor do longa, Joel Souza. Os dois foram socorridos e encaminhados a um hospital do estado do Novo México, nos Estados Unidos. A cinegrafista não resistiu, mas Souza já deixou o hospital.

Até agora, informações apontam que Halls, que entregou a arma a Baldwin, não sabia que ela tinha munição de verdade e afirmou que ela não estava carregada gritando "arma fria". Relatos de outras pessoas da equipe, no entanto, dizem que Halls não conseguia garantir um ambiente de trabalho seguro.

A roupa que Baldwin usava ficou manchada de sangue. Ela e a arma foram levadas como prova, assim como munições e outras armas cenográficas usadas na filmagem. Além de protagonizar o filme -uma história de velho-oeste- o ator também era produtor do longa e disse nas redes sociais que está cooperando totalmente com a polícia.

"Estou com o coração partido pelo marido dela, seu filho e todos que conheciam e amavam Halyna", escreveu Baldwin no Twitter. "Não existem palavras para descrever meu choque e tristeza envolvendo esse acidente trágico que tirou a vida de Halyna Hutchins, uma esposa, mãe e colega admirada."

ENTENDA O CASO

Um tiro disparado no set de filmagens do filme "Rust", estrelado por Alec Baldwin, deixou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, morta e o diretor Joel Souza, 48, ferido, no Bonanza Creek Ranch, em Santa Fé, Novo México, nos Estados Unidos, no dia 21 de outubro.

O próprio ator disparou a arma cenográfica, que deveria estar com festim, não com munição de verdade. "Estamos tentando determinar agora como e que tipo de projétil foi usado na arma de fogo", disse Juan Rios, porta-voz do Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé.

Baldwin foi interrogado e estava chorando, segundo o Santa Fe New Mexican, mas ninguém foi preso pelo acidente. Segundo apuração, a arma foi entregue ao ator pelo diretor assistente Dave Halls.

Mas, segundo o sindicato de Hollywood, a arma continha munição real. "Uma munição verdadeira foi acidentalmente disparada no set pelo ator principal, atingindo a diretora de fotografia Halyna Hutchins, integrante da Local 600, e o diretor Joel Souza", disse uma filial local do sindicato IATSE (Aliança Internacional de Funcionários de Palco Teatral, na sigla em inglês).

Horas antes do disparo, um grupo de operadores de câmeras deixou o set de "Rust" em uma praia próxima à cidade de Santa Fé em protesto às condições de trabalho. Baixo orçamento, longas viagens e jornadas de trabalho foram algumas das reclamações, segundo o jornal Los Angeles Times.

Em suas redes sociais, Alec Baldwin falou sobre o choque e tristeza causados pelo acidente, e disse estar em contato com a família da colega. "Eu estou cooperando com a investigação policial para descobrir como essa tragédia aconteceu", escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos