Ex-panicat Aricia Silva e Carlinhos Mendigo curtem festa em barco e zombam de isolamento

Aricia Silva e Carlinhos Silva, o Mendigo. Foto: reprodução/Instagram/ariciasilva

Nem o derretimento público da imagem de Gabriela Pugliesi, que colhe prejuízo depois de promover uma festa na quarentena, desanimou a ex-panicat Aricia Silva e o humorista Carlinho Silva, o Mendigo do “Pânico na TV”, de debocharem publicamente do isolamento social. Os dois curtiram o feriado cercados de amigos num barco na última sexta-feira (1º) e sofreram duras críticas nas redes sociais por desrespeitarem as regras de distanciamento em tempos de pandemia do coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

Em uma publicação no Instagram, já deletada do feed, Aricia usou a seguinte legenda: “Cuide-se, covid-se, quarentene-se”.

Leia também:

Nos Stories, ela reclamou das cobranças de seus seguidores e avisou que iria se afastar da plataforma. “Vocês tão sendo muito deselegantes nas mensagens que estão me mandando hoje, tá? Queria dizer que vou sumir. Beijo”, escreveu na legenda de uma foto.

Neste sábado (2), Aricia aparece de relance num vídeo publicado nos Stories de Carlinhos, recusando-se a participar de uma gravação com ele no barco, apelidado pelo humorista de “Corona boat”.

Mendigo, por sua vez, já havia ironizado a mensagem do “Fiquem em casa” durante o passeio, lotado de gente.

Depois da repercussão, voltou a criticar o isolamento social. “Liberdade é isso, querer usar máscara ou não. Não é obrigatório, é recomendado. Qual o problema ficar sem máscara com um monte de gente que não tem o vírus, ou supostamente não tem o vírus, ou que tem, mas o vírus não se manifestou? Quer que eu viva escondidinho dentro da minha casa? Ou viva e não poste nada pra agradar você? Minha vida é essa. F***-**. Nunca vou ter um patrocínio que me molde”, vociferou o comediante, citando como exemplo seu “líder” Jair Bolsonaro.