Ariana Grande obtém ordem de restrição contra ‘fã’ que a ameaçou de morte

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ariana Grande credit:Bang Showbiz
Ariana Grande credit:Bang Showbiz

Ariana Grande obteve na Justiça uma ordem de restrição contra um 'stalker' que a ameaçou de morte.

Um homem identificado como Aharon Brown foi preso no dia 9 de setembro após invadir a propriedade da estrela portando uma faca de caça e ameaçando usar a arma contra a equipe de segurança da cantora.

De acordo com a revista 'Rolling Stone', um dos seguranças da artista testemunhou perante o juiz do Tribunal Superior do Condado de Los Angeles, Reginald L. Neal, sobre seu confronto com Brown, o que ajudou Ariana a conquistar a medida protetiva.

A cantora de 'Thank U, Next' compartilhou sua própria declaração escrita com o tribunal no mês passado, na qual ela desabafou em detalhes como o homem a "aterrorizou" com seu comportamento obsessivo.

“O fato de o Sr. Brown vir regularmente à minha casa há mais de seis meses me apavora. (...) Com base em suas ameaças, temo por minha segurança e pela segurança de minha família. Tenho medo que, sem uma ordem de restrição, o Sr. Brown continuará a vir à minha casa e a tentar me machucar ou assassinar a mim ou a membros de minha família", relatou.

Um policial também fez uma declaração afirmando que acreditava que a medida era essencial, porque temia que o suposto perseguidor fosse libertado da prisão.

Ariana estava em casa quando Brown invadiu sua propriedade portando a faca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos