Apresentador José Roberto Burnier é motoqueiro, torcedor e pai de pet

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista José Roberto Burnier, 62, está prestes a celebrar 40 anos de Globo. Coincidentemente, em janeiro, o SPTV 2ª Edição, jornal que comanda desde abril de 2022, também faz aniversário de quatro décadas no ar. Mas será que todas essas datas festivas têm deixado o âncora nervoso?

Se depender do vício dele em velocidade, a resposta é não. Burnier gosta de pegar sua moto e partir sem rumo definido. É dessa forma que ele abstrai dos problemas. Quando volta para casa, recebe o carinho dos cinco pets, mas alguns puxões de orelha da esposa, Rúbia, que morre de medo quando ele resolve pegar a estrada. Confira abaixo 6 curiosidades da vida de Burnier.

TORCIDA PELO VERDÃO - Talvez pouca gente saiba, mas Burnier é torcedor fervoroso do Palmeiras. Segundo ele, a paixão é tão grande que ele e o jornalista Carlos Tramontina, 66, outro palmeirense ilustre que desde abril de 2022 ele substitui no telejornal da Globo, já tiveram cadeiras especiais no estádio do time.

PAI DE PET - O jornalista ama cachorros e tem cinco deles em casa, todos da raça Whippet. "Nós adoramos. Dentro de casa temos quatro fêmeas e um macho. É um amor incondicional por esses filhos de quatro patas".

PAIXÃO PELA VELOCIDADE - O principal hobby de José Roberto Burnier é subir em sua moto e percorrer 200 ou até 250 quilômetros para relaxar aos finais de semana. Segundo o jornalista, a rotina na estrada o faz desligar dos problemas e serve como uma terapia. "Não penso em mais nada".

Todo fim de semana ele faz tudo sempre igual: Burnier deixa sua casa, perto da saída da Rodovia dos Bandeirantes, e já cai na Anhanguera, no que ele diz ser "diversão aliada ao exercício de foco e concentração". "Por incrível que pareça, isso me descansa. Não admiro paisagem, eu fico focado no meu passeio. E só ando sozinho, nada de grupos. O princípio da moto é a liberdade".

RELAÇÃO COM A FAMÍLIA - O apresentador é casado desde 1988 com a médica veterinária Rúbia, com quem tem duas filhas: Júlia, 31, atriz formada pela USP que atualmente cursa interpretação em Nova York, e Olívia, 27, formada em administração pela Faculdade Getúlio Vargas, executiva da Amazon.

A esposa é quem fica morrendo de medo quando vê o marido sair de moto aos finais de semana. "Ela fica apreensiva, mas sabe que é algo que eu tomo cuidado e que não largarei de jeito nenhum", aponta.

NADA DE JANTAR FORA - Sabia que Burnier não janta fora de casa? Desde o Impeachment de Dilma Rousseff, em 2016, que ele percebeu um clima mais pesado entre eleitores, independentemente de partido político. Por isso, evita se expor, porque tem receio de sofrer "esculachos públicos".

"Eu já não saía muito, e com o recrudescimento do clima político no país eu parei de sair de casa mesmo. Vou para a Globo e volto, fico com a família. Morro de medo de jantar com minha mulher e alguém falar besteira contra nós. Eu já sofri com isso, então fico mais na minha, nem no Instagram posto muita coisa".

SPTV E BURNIER - Há pouco menos de um ano como apresentador titular do SP2, agora Burnier poderá comemorar os 40 anos do telejornal, data celebrada em janeiro e que resultará numa série de reportagens que vão traçar o perfil do jornal.

Curiosamente, ele também tem uma história que se confunde à do próprio programa. Burnier se prepara para celebrar os seus 40 anos na emissora. Sua primeira aparição para São Paulo foi justamente na atração que ele agora comanda, entre 1984 e 1985.

"Foi uma entrada de última hora, como tudo na minha carreira, nada foi planejado. As coisas vão acontecendo, as oportunidades aparecendo, e temos que fazer", avalia. "Tenho uma longa história com o SP2. Fiz reportagens durante muito tempo para ele e no início dos anos 1990 comecei a substituir os colegas no estúdio", emenda.