Apresentações com idosos e crianças de festividades do Ano-Novo Chinês em SP são canceladas

FÁBIO PESCARINI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A organização das celebrações do Ano-Novo Chinês, programadas para este sábado (1º) e domingo (2) no bairro da Liberdade (região central de São Paulo), anunciaram o cancelamento de apresentações culturais com crianças e idosos da comunidade por causa do coronavírus, que já matou 213 pessoas na China e, segundo balanço divulgado na quinta-feira (30), infectou quase 10 mil pessoas no mundo.

Balanço divulgado também na quinta pelo Ministério da Saúde diz que há três pessoas suspeitas com o vírus no estado de São Paulo, duas na capital e uma em Paulínia (117 km de SP).

Em comunicado distribuído na tarde desta sexta-feira (31), os organizadores do Ano Novo Chinês em SP recomendam que integrantes da comunidade que estiverem na China e retornaram ao Brasil nos últimos 30 dias permaneçam em quarentena voluntária.

A organização diz que serão mantidas apresentações de academias marciais, com mestres e aprendizes brasileiros ou chineses que tenham tido contato com viajantes recentes.

Tanto neste sábado quando no domingo os eventos devem ocorrer das 10h às 20h.