Apple compra R$ 284 milhões em baterias da Tesla para nova usina solar

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Apesar das rivalidades entre as empresas, a Apple precisa da ajuda da Tesla
Apesar das rivalidades entre as empresas, a Apple precisa da ajuda da Tesla
  • Unidade deve ser uma das maiores da categoria nos EUA

  • Apple tem investindo em energia solar e eólica

  • Empresa quer ser neutra em carbono até 2030

A Apple anunciou que vai usar baterias com capacidade para alimentar até 7 mil residências por dia para armazenar a energia gerada pela sua nova usina solar. Quem está nessa com a Apple é a Tesla, conhecida por seus carros elétricos e projetos espaciais, a empresa vai fornecer as baterias para a instalação.

Segundo os cálculos do Electrek, a empresa teria gasto mais de US$ 50 milhões (R$ 284 milhões) em baterias da Tesla para a realização do projeto. A unidade de armazenamento de energia será instalada pela Apple na Califórnia, Estados Unidos, e promete ser uma das maiores da categoria no país. 

Leia também:

Apesar das rivalidades entre as empresas, a Apple precisa da ajuda da Tesla para atingir sua meta de se tornar neutra em carbono na produção de sua cadeia de suprimentos e produtos até 2030.

Uma parte importante para atingir esse objetivo é operar totalmente com energia renovável. A Apple tem trabalhado nisso investindo em energia solar e eólica, mas essas fontes de energia renovável precisam de um armazenamento de energia, uma vez que são intermitentes.

A unidade de armazenamento da usina solar vai utilizar 85 baterias Tesla Megapack, que serão instaladas em blocos de concreto com 60 centímetros de espessura. O conjunto promete ser tão potente que pode até mesmo superar uma construção da própria montadora de carros.