Aposentada que gastou R$ 1200 votando no 'BBB 17' explica: 'Emilly me fez voltar a viver'

Admiradora tentou a todo custo falar com Emilly na porta da delegacia (Brazil News)

Luciane Santiago, uma das pessoas que fizeram plantão na porta da delegacia para tentar falar com Emilly Araújo, a campeã do “BBB 17”, contou que gastou R$ 1200 votando para a estudante levar o prêmio do reality show. A aposentada explicou que estava em depressão desde que sua filha de 19 anos morreu de leucemia e que assistir a gaúcha a ajudou a superar.

Gastei R$ 1200 votando para ela ganhar. Meu marido até parou de falar comigo. Mas a Emilly me fez voltar a viver, quando vi, lembrei logo da minha filha que morreu. A Maria Clara era abusada que nem ela”, explicou Luciane Santiago ao site “UOL”. A aposentada também revelou que sofreu quando Emilly brigou com Ilmar. “Quando o Mamão xingou ela, eu passei mal e fui parar no hospital. Ela foi meu socorro, mostrou que a gente pode sobreviver após uma perda.”

Leia mais:
Marcos fala sobre Emilly pela 1ª vez após deixar o ‘BBB 17’: ‘Esperei o abraço que não veio’
Evangélica, Mara Maravilha faz dança sensual e divide opiniões na web

Na porta da delegacia, enquanto a estudante prestava depoimento sobre a suposta agressão de Marcos durante o confinamento, Luciane Santiago, que já havia feito plantão na porta do hotel onde a ex-BBB está hospedada, contou que torce para que Emilly e o médico não se entendam. “Prefiro que ela fique sozinha e viva a vida dela. O Marcos pegou pesado e quero que ele fique no mundinho dele.”