Após sofrer grave acidente, ator Caio Junqueira morre aos 42 anos

Foto: TV Globo / Bob Paulino

O ator Caio Junqueira, conhecido pelo Neto do filme ‘Tropa de Elite’, além de muitos outros papeis, morreu às 5h15 desta quarta-feira (23), no Rio de Janeiro, aos 42 anos.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

O ator havia se envolvido em um acidente grave de carro no Rio de Janeiro, na última quarta-feira (16). Caio ficou preso dentro do veículo, que teria batido em uma árvore e capotado perto do Aterro do Flamengo, no Rio.

Internado há uma semana internado no hospital Miguel Couto, ele teve de passar por algumas cirurgias para limpar ferimentos do corpo, e perdeu uma quantidade grande de sangue. Atores fizeram campanha nas redes pedindo doação para o colega, muitos, inclusive, doaram sangue. Nossos pêsames aos familiares do ator.

Leia também: Mesmo com carreira breve, Caio Junqueira deixou sua marca no cinema

Trajetória

Caio nasceu em 15 de novembro de 1975 e iniciou na carreira artística aos 9 anos na série: “Tamanho Família” (da antiga Manchete) e emendou vários trabalhos em seguida, como:  “A Vida Como Ela É”, “O Delicado”, “Engraçadinha… Seus Amores e Seus Pecados”, “Leleco”, “Confissões de Adolescente”, “A Viagem” (1994),”Barriga de Aluguel”, Chiquinha Gonzaga”, “O Clone”, entre outras.

No cinema, participou dos longas: “O que é isso companheiro” (1997), “Central do Brasil” (1998), “Abril despedaçado” (2001), “Zuzu Angel” (2006) e “Tropa de Elite” (2007). Também atuou nas peças de teatro – “Os justos” (2005) e “Hamlet” (2008).

Seus últimos trabalhos foram nas séries “Mecanismo” da Netflix, “Um Contra Todos”, da Fox Brasil e nas novelas – ”Um só coração” (2004), no remake de “Escrava Isaura”, na Record TV, onde protagonizou “Ribeirão do Tempo” (2010) e atuou em obras bíblicas como “José do Egito” (2013) e “Milagres de Jesus” (2014).

O ator deixa o irmão Jonas Torres, a mãe, Maria Inês Torres. Caio é filho do ator e diretor Fábio Junqueira, que morreu em 2008.