Após ser acusada de traição, Pepê se pronuncia: 'assumo que errei, mas quem é santo?'

Pepê conta que a traição foi pelo celular e que não teve envolvimento físico com a pivô da separação (Foto:  Raphael Castello/Agnews)

Após a polêmica da separação da esposa, Thalyta Santos, que acusou Pepê de traição, a cantora contou sua versão da história e afirmou, em entrevista à revista “Quem”, nesta quinta-feira (15), que sente muito a falta dos filhos gêmeos, João e Gael, de 5 meses. “Estou bem, na medida do possível. Sinto falta dos meus filhos, mas já, já ela esfria a cabeça e vai deixar as crianças comigo também. Eu assumo que errei, mas quem é santo nesse mundo? Quem não peca, não erra, não dá um deslize? Apontar para pessoa e julgar é mole”, desabafou.

Segundo Pepê, não houve envolvimento físico com a pivô de sua separação com Thalyta. “Essa pessoa com quem eu a trai, pelo celular, não tive contato corporal nenhum”, afirmou a cantora, que também disse estar arrependida. “Hoje, me arrependo, sim. A Tata não merecia isso. Ela é, ela foi uma mulher incrível na minha vida”.

Leia mais:
‘Mais Você’ começa sem áudio e fica mudo por 20 minutos
Anitta revela que sofre preconceito por rebolar e fazer plástica

Pepê contou que ainda está usando a aliança de compromisso. “Eu ainda a amo, sim. Gosto muito dela. A minha aliança não tirei do dedo e nem vou tirar. Só quando ela disser ‘acabou mesmo, não dá mais’. Aí, sim [eu tiro]”. A cantora acredita que ainda pode haver uma reconciliação com Thalyta. “”Ela ainda está um pouco magoada e estou dando tempo ao tempo pra gente um dia sentar e conversar como adultas, mesmo que seja para o fim de vez ou se for para continuar”.

A cantora saiu de casa para deixar Thalyta morando com os gêmeos e está na casa da irmã, que está no início de sua gravidez. “Estou morando com a Neném e já, já alugo o meu espaço”, contou Pepê, que pretende se mudar rápido.