Após polêmica, festival muda line-up de abertura para show de Erykah Badu

Erykah Badu se apresentando no Royal Festival Hall em 5 de novembro de 2022 em Londres, Inglaterra. (Foto: Burak Cingi/Redferns)
Erykah Badu se apresentando no Royal Festival Hall em 5 de novembro de 2022 em Londres, Inglaterra. (Foto: Burak Cingi/Redferns)

O Festival Nômade anunciou nesta terça-feira (29) o novo line-up do evento. Na última semana, a organização sofreu muitas críticas pela ausência de artistas negros como abertura do show da cantora Erykah Badu, referência do R&B, soul e black music, que vai comemorar os 25 anos do lançamento de seu primeiro álbum, "Baduizm", com apresentações no Brasil.

A artista norte-americana canta no Memorial da América Latina, em São Paulo, no dia 22 de janeiro, em um evento organizado pelos festivais Nômade e Wehoo. A princípio, o festival contaria com shows de Ceu e Bala Desejo, mas os artistas anunciaram suas saídas da programação.

"Estivemos atentes a todos os posicionamentos de vocês. Pensando nisso, em comum acordo com nossos artistas parceiros, reformulamos o Nômade Apresenta Erykah Badu", diz comunicado oficial do evento. "Para esse dia, vamos trazer a potência de mulheres únicas e que admiramos da cena brasileira, que serão divulgadas muito em breve".

Do line-up original, somente a banda Gilsons segue como atração, que contará também com shows de Larissa Luz, Anelis Assumpção, Majur, DJ Tamy e DJ Nyack. "Mais uma vez, agradecemos os comentários e indicações, e permanecemos aqui, escutando e construindo o Mundo Nômade com vocês", declarou a organização do festival.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Festival atende a pedido do público

O perfil do festival havia divulgado o line-up original na quarta-feira (23) passada. Rapidamente, o público apontou a falta de representatividade na comemoração de uma data importante na carreira de Erykah Badu e os artistas também foram pressionados a se posicionar.

A banda Bala Desejo emitiu um comunicado nas redes sociais cancelando a participação deles no festival. "Aceitamos o convite antes de saber exatamente quais seriam os artistas do line up e a programação completa do festival. Depois do ocorrido e em respeito ao público que de pronto se posicionou assertivamente, decidimos NÃO participar mais desse evento. Esperamos ser substituídos por muitos dos talentos da música preta brasileira, alguém que dialogue diretamente com o legado de Badu", diz a nota oficial.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A cantora Céu também se posicionou e informou que, em sua apresentação, o palco teria majoritariamente artistas pretos, o que teria sido uma condição imposta por ela para participar. "Isso se daria não só na banda, mas também com uma artista extra, escolhida para uma participação especial, que ainda estava em negociação. Alguém com conexão direta com o legado dos artistas evocados nessa noite de celebração", informou a cantora ao confirmar o cancelamento de seu show.