Após morrer duas vezes, Maria Marruá retorna como neta em "Pantanal"

Juliana Paes interpretou Maria Marruá na primeira fase da novela (Foto: Divulgação/Globo)
Juliana Paes interpretou Maria Marruá na primeira fase da novela (Foto: Divulgação/Globo)

Maria Marruá (Juliana Paes) morreu duas vezes em "Pantanal": primeiro assassinada em uma disputa de terras, e posteriormente pelas mãos de Renato (Gabriel Santana), que atirou em Maria quando ela já vivia há anos encarnada como onça.

Juma (Alanis Guillen), entretanto, contará a Jove (Jesuíta Barbosa) que a mãe não morreu e se tornou uma entidade imortal do "Pantanal". De acordo com ela, o bebê dos dois será uma menina e nascerá com a alma de Maria.

"Joventino, nossa filha vai ser menina mulher. O Velho do Rio que me falou. A onça que mataram não era a mãe. Mas a minha mãe tá voltando", explica ela. "Como assim voltando?", questiona Jove. "Aqui, na minha barriga. Vai ser filha nossa. Minha mãe vai voltar pra mim", completa ela.

Retorno de Maria

O Velho do Rio (Osmar Prado) se tornou o guardião de Juma (Alanis Guillen) após a morte de Maria Marruá (Juliana Paes) no início de "Pantanal". A entidade é o principal amigo e companhia da jovem, e a protege de qualquer ameaça externa que possa se aproximar da tapera.

Além do personagem, Juma é protegida pela mãe, Maria Marruá, que após morrer encarnou em uma onça. Quando Jove (Jesuíta Barbosa) começou a frequentar o local, o animal apareceu para se certificar de que Juma estaria a salvo. Agora, o Velho do Rio está convencido que a alma de Maria já pode descansar em paz.

Nos últimos capítulos da novela, a entidade dirá a Maria que ela pode finalmente relaxar e seguir em frente, já que ele estará sempre ali para cuidar de Juma. Nesse momento, a jovem e Jove já terão reatado seu casamento. No mesmo capítulo, José Leôncio soube que uma onça foi assassinada por um caçador ilegal nos limites de sua fazenda.