Após golpe, Lorena Improta processa estilista: "Agiu de má fé"

Foto: Reprodução/Instagram (@loreimprota)
Foto: Reprodução/Instagram (@loreimprota)

Lorena Improta decidiu processar o estilista Guerreiro Cavaleiro. Segundo o colunista Léo Dias, a dançarina encomendou um figurino para a festa de apresentação dela como musa na escola de samba Unidos do Viradouro, mas o profissional não entregou a roupa a tempo.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Lore já tinha adiantado o pagamento de 50% da peça, o equivalente a R$ 3,5 mil. Ela começou a desconfiar que havia caído em um golpe quando o estilista disse que o material de acrílico para a produção do figurino só chegaria na véspera do evento, mas que daria tempo de confeccioná-lo e de enviá-lo a ela no mesmo dia. Na data de entrega, porém, Guerreira teria dito que o voo atrasou e não enviou o vestido.

Leia também

"Eles poderiam ter me avisado desde antes ou, então, tentar me ajudar de uma outra maneira, fazer uma outra roupa para mim, me indicar um outro estilista, mas eu não tive nenhuma ajuda deles”, contou ela, que viu tudo piorar quando o estilista se negou a devolver o dinheiro que a musa teria transferido.

“Eu não iria entrar na Justiça. Só queria o dinheiro de volta, e eles falaram que não iriam devolver. Chegaram a me oferecer pouco menos da metade do valor e eu não aceitei por todo transtorno que eles me causaram, por todo o desespero que passei pedindo roupa”, revelou a loira.

Segundo ela, que já deixou uma advogada cuidando do caso, não faltam provas para acusar o estilista. "Tenho todos os áudios, todas as provas de print e tudo mais. Eu nunca entrei na Justiça contra ninguém, mas o que eles me causaram foi um transtorno. Agiram de má fé”, finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos